Justiça Militar da União

Era o ano de 2005 quando finalmente pude honrar as minhas obrigações militares, das quais havia sido dispensado por problemas congênitos no longínquo 1977, ganhando então a condição de reservista do Exército brasileiro. A rigor, a bucólica casa da Avenida Brigadeiro albergava a Justiça Militar da União (JMU), que adentrei por concurso público. Não eraContinuar lendo “Justiça Militar da União”

A falácia do investimento estrangeiro num país devastado

Reproduzimos o artigo de Álvaro Miranda*, publicado em 20.02.2020 no GGN, por expressar uma obviedade que muito tem sido mascarada pela imprensa e certos formadores de opinião antinacionais. Os “investidores” estrangeiros enxergam as empresas brasileiras da mesma forma que veem os títulos públicos: um ativo financeiro, que é de interesse conforme a taxa de retorno.Continuar lendo “A falácia do investimento estrangeiro num país devastado”

Conselho Participativo Municipal

Quando em 2013 nos foi confiada pelos vizinhos do Bom Retiro a missão de participar do primeiro Conselho Municipal da então Subprefeitura da Sé – região central da capital paulista – tinha início uma experiência participativa deste e de outros mil cidadãos paulistanos. A pomposa posse no Anhembi, no aniversário da cidade, contou, além daContinuar lendo “Conselho Participativo Municipal”

Santos Dumont

Uma das atrações dos filmes e séries televisivas é a identidade do espectador da obra com o que é mostrado na tela. Assim, todos os que já cruzaram os céus em seus deslocamentos entre os recantos desta Terra – ou sonham faze-lo – hão de apreciar a produção da HBO que conta a história deContinuar lendo “Santos Dumont”

Acabou a brincadeira!

O início do período momesco não coincide com qualquer recesso na luta antifascista, exatamente porque as forças milicianas distribuem, além de tiros contra as autoridades eleitas, suas linhas obscuras sobre o episódio em Sobral, em que uma ação envolvendo mascarados armados e um Senador da República que representa o Estado do Ceará a nível nacionalContinuar lendo “Acabou a brincadeira!”

Região Metropolitana da Baixada Santista (2ª parte)

A consultoria Macroplan realizou um mapeamento das cem maiores cidades brasileiras intitulado Desafios da Gestão Municipal, cujos resultados regionais estão destacados na imagem ao lado. O estudo contemplou 15 indicadores agrupados nos temas Educação; Saúde; Segurança; e Saneamento e Sustentabilidade. A fonte principal de dados foi o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). OsContinuar lendo “Região Metropolitana da Baixada Santista (2ª parte)”

Os bebês que nascem nos tribunais

Até algum tempo atrás, era unanimidade: as cegonhas traziam os bebês de Paris em vôos que duravam cerca de 9 meses. Mais recentemente, com o crescimento acelerado da população do Brasil, as cegonhas não deram mais conta do recado e surgiu um espaço para a sementinha do papai na barriga da mamãe colaborar com oContinuar lendo “Os bebês que nascem nos tribunais”

Obrigação do Estado, trabalho do servidor

O Auditório Paulo Kobayashi, na Assembleia Legislativa de São Paulo, ficou lotado na tarde de ontem ao receber representantes de 8 centrais sindicais e dezenas de categorias de servidores públicos federais, estaduais e municipais para debate o desmonte do Estado brasileiro e suas consequências para a sociedade. O encontro estava originalmente programado para acontecer noContinuar lendo “Obrigação do Estado, trabalho do servidor”

Entre a bravata e a realidade

Claro que a palavra é livre – em casa, na rua, em qualquer lugar. Inclusive em reuniões políticas de certo porte. A realidade é muito complexa para que se contenha a expressão do pensamento em regras rígidas ou gabaritos de pretenso bom senso. Mas quando se tem responsabilidade sobre os rumos deste ou daquele movimentoContinuar lendo “Entre a bravata e a realidade”

Autonomia do Banco Central

A inconclusa regulamentação do Artigo 192 da Constituição Federal, que trata da organização do sistema financeiro, destinada a promover o desenvolvimento equilibrado do país e servir aos interesses da coletividade, dá margem às tentativas de aproveitamento do vácuo legal para interesses particulares, menores que o da sociedade. Volta à cena a autonomia do Banco Central,Continuar lendo “Autonomia do Banco Central”