O “plano Brady” e a conversão das dívidas prescritas

Do livro resultante do seminário internacional sobre auditoria da dívida pública já havíamos trazido a contribuição de Daniel Libreros, sobre como o endividamento tornou-se um dos mais lucrativos negócios privados. Agora resumimos a participação do historiador Olmos Gaona, que mostra às páginas 33-35 como a cabeça financeira do país globalmente hegemônico no final do séculoContinuar lendo “O “plano Brady” e a conversão das dívidas prescritas”

Os EUA são inimigos da Europa

Eric Zuesse Historiador e articulista dos EUA, que escreve em diversos sites de geopolítica europeus como o Strategic Culture, The Saker e Rede Voltaire. Tendo sido a Europa o epicentro das duas guerras mundiais do século passado, é sempre oportuno verter ao português opiniões sobre as tensões do mundo de hoje envolvendo o velho continente:Continuar lendo “Os EUA são inimigos da Europa”

Movimento internacional de capitais desfavorável ao Brasil

O magnata inglês Barão de Rothschild proferiu a tristemente famosa lição sobre a acumulação financeira nos anos 1820, enquanto fazia fortuna às custas da batalha de Waterloo: Compre quando existir sangue nas ruas, mesmo se for o seu O também magnata John D. Rockefeller reproduziu o ensinamento um século mais tarde, um formador de fortunaContinuar lendo “Movimento internacional de capitais desfavorável ao Brasil”

O desenvolvimento capitalista em cinco estações

Se bem captamos a essência da aula assistida à Nilson Araújo de Souza, são cinco os períodos do desenvolvimento capitalista que se pode registrar, desde a sua consolidação sobre as antigas relações feudais até a corrente mudança geopolítica do mundo, que anuncia a China como novo norte da evolução das forças produtivas sob predomínio deContinuar lendo “O desenvolvimento capitalista em cinco estações”