Sistema financeiro cidadão na roda… de conversa d’o outro lado da notícia

Estivemos em 25.5.2022 na Roda de Conversa, falando com os jornalistas Osvaldo Bertolino, José Gregory e Luis Manfredini. Trocamos impressões sobre o movimento financeiro no mundo e o papel esperado do Sistema Financeiro Nacional no desenvolvimento do Brasil. Falamos também da autonomia do Banco Central e como ela pode contribuir, à luz da recente lei,Continuar lendo “Sistema financeiro cidadão na roda… de conversa d’o outro lado da notícia”

O imbróglio do Banco Central

O doutor em Economia e Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental do governo federal Paulo Kliass levanta pertinentes considerações em seu mais recente artigo no Vermelho. Após preambular a possível troca de comando no Executivo brasileiro, relaciona alguns dos “temas sensíveis e urgentes” da pauta econômica, a saber: a austeridade e o teto deContinuar lendo “O imbróglio do Banco Central”

Copom segue contra o Brasil

Paulo Kliass, no Vermelho Em pouco mais de um ano, a Selic sofreu um incremento de quase 500%. Para ficarmos em uma linguagem tão grata ao financês, não há sociedade que resista impunemente a tal arrocho da política monetária. Mais uma vez, na semana passada, a fina flor da tecnocracia do financismo no comando daContinuar lendo “Copom segue contra o Brasil”

BC prevê juros a 12,25% este ano

Hora do Povo Se a inflação se prevê em 5,5% para 2022 e o juro médio, digamos, fique em 11% (9,35% após imposto exclusivo na fonte), nesse cenário o juro real não será menor que 3,65%. Sobre uma base superior a R$ 5,6 trilhões, a transferência de recursos públicos seria de R$ 204 bilhões acimaContinuar lendo “BC prevê juros a 12,25% este ano”

Nas ondas do rádio… e nas redes

Reunimos aqui nossas participações em programas de rádio e mídias sociais, bem como aulas ministradas. Curso; Escola Nacional da CTB; O dinheiro, sua história e a acumulação financeira Webconferência no IFSP, em 16.5.22: Dinheiro, simples equivalente monetário ou ele próprio uma mercadoria? Manhã RBA Litoral; Economia sem Complicação Mais participações Autonomia do BCB 23.7.2021

Altamiro Borges: Inflação de alimentos e a offshore de Guedes

Publicado originalmente em Blog do Renato:
Duas reportagens publicadas na semana passada confirmam a desgraceira imposta por Jair Bolsonaro. Uma revela que a inflação da cesta básica encostou em 16% nos últimos 12 meses. O povo passa fome. Tem gente pegando comida no lixo e ossos em açougues. Já a outra exibe o extremo oposto:…

A autoridade monetária e os “Pandora Papers”

O doutor em economia Paulo Kliass, especialista em políticas públicas da União, publicou no Vermelho sobre os haveres no exterior de ministros de Estado, depositados nos chamados paraísos fiscais, sob o título Os crimes de [Paulo] Guedes e [Roberto] Campos. Diz ele: As revelações trazidas a público recentemente pelo movimento “Pandora Papers” são prá láContinuar lendo “A autoridade monetária e os “Pandora Papers””

Bancos e financeiras cobram juros de até 1.000% ao ano no crédito pessoal

Antônio Temóteo, no UOL A taxa média de juros cobrada pelas instituições financeiras no empréstimo pessoal não consignado, popularmente conhecido como CDC (crédito direto ao consumidor), chegou a 79,5% ao ano em julho, segundo dados do BCB (Banco Central). Apesar disso, pelo menos cinco bancos e financeiras cobram taxas anuais de 500% a 1.000%. EssasContinuar lendo “Bancos e financeiras cobram juros de até 1.000% ao ano no crédito pessoal”

Deflação

Ao inquirir sobre qual é a inflação no Brasil, servimo-nos das informações do Banco Central do Brasil, que destaca a questão da deflação como tão indesejável quanto a inflação elevada. De acordo com a autoridade monetária, “ao contrário do que possa parecer, preços em queda podem ser prejudiciais para o bom funcionamento da economia. UmContinuar lendo “Deflação”

Qual é a inflação do Brasil?

De acordo com o Banco Central do Brasil, inflação ​”é o aumento dos preços de bens e serviços”, que “implica diminuição do poder de compra da moeda. A inflação é medida pelos índices de preços.” A autoridade monetária brasileira reconhece que são vários os índices que a mensuram, sendo eleito o IPCA do IBGE comoContinuar lendo “Qual é a inflação do Brasil?”