Hora do Povo – Edição nº 3.877

Toda a verdade em 8 páginas O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participou de uma caminhada em Campinas e fez um discurso destacando que é preciso devolver a esperança de um futuro melhor para os jovens, com novas oportunidades de estudo e trabalho. “Temos de ter clareza: não existe, na história da humanidade, nenhumContinuar lendo “Hora do Povo – Edição nº 3.877”

BC anuncia juros extorsivos até junho de 2023

Hora do Povo Em apenas um ano, R$ 586,4 bilhões foram tirados da sociedade e transferidos para os bancos O Banco Central (BC) indicou, após reunião do Comitê Política Monetária (COPOM) realizada em setembro, que pretende manter a taxa básica da economia (Selic) em 13,75% por um período “suficientemente prolongado” para alcançar a convergência daContinuar lendo “BC anuncia juros extorsivos até junho de 2023”

A campanha e a economia

Paulo Kliass, no Vermelho Assumir o compromisso com uma política de recuperação de gastos públicos e criar as condições para a retomada de um projeto nacional de desenvolvimento Antes de abordar o desastre econômico em que o governo vem afundando o pais, Klias situa os objetivos do presidente: diante dos “processos criminais nas esferas jurídicasContinuar lendo “A campanha e a economia”

Crise civilizatória e mudança paradigmática

Idalvo Toscano Dois conceitos inspirados em Hannah Arendt (“A condição humana”) e Yuval N. Harari (Homo Sapiens) emolduram nossas reflexões: APETRECHOS e ARTEFATOS SOCIAIS. O primeiro, vem do homem laborans e sua ação em fazer o mundo como ele é hoje. O segundo, legitima esta atuação e constrói todo o arcabouço que sustenta a míticaContinuar lendo “Crise civilizatória e mudança paradigmática”

Para fazer a economia funcionar

Em conjunto com Carlos Lopes e Ignacy Sachs, Ladislau Dowbor organizou em 2010 o livro Riscos e oportunidades em tempos de mudanças. O primeiro capítulo (pg. 11 a 28) serviu de base à 15ª e última aula do curso A era do capital improdutivo. Prepare-se com as sinopses das aulas 1-5, 6-10 e 11-14. AulaContinuar lendo “Para fazer a economia funcionar”

Economistas temem que série de crises provocadas por Bolsonaro alimente recessão em 2022

Publicado originalmente em José Luis Oreiro:
Alta da inflação, baixa dos reservatórios de hidrelétricas, real desvalorizado, desemprego resistente. Se o cenário econômico do Brasil neste segundo semestre já seria desafiador para qualquer governante, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) conseguiu deixá-lo ainda mais incerto. Desde seus discursos com ameaças golpistas, no dia 7 de setembro,…