Hora do Povo – Edição nº 3.890

Toda a verdade em 8 páginas Nesta segunda-feira (23), o ministro da Justiça, Flávio Dino, anunciou que a Polícia Federal vai começar a investigar nesta semana se houve omissão por parte de agentes públicos que levaram à tragédia humanitária na Terra Indígena Yanomami. “Há indícios fortíssimos de materialidade do crime de genocídio”, declarou o ministro.Continuar lendo “Hora do Povo – Edição nº 3.890”

Lições Históricas de 1720

Publicado originalmente em Blog Cidadania & Cultura:
Jairo Saddi, Doutor em Direito Econômico pela USP. Pós-Doutorado pela Universidade de Oxford. Bacharel em Direito pela FDUSP. Administrador de Empresas pela FGV-SP, publicou coluna (Valor, 09/01/23) sobre o ano marcante de um dos eventos precursores e frequentes dos tempos atuais: a crise financeira. Poucos se lembram de…

Hora do Povo – Edição nº 3.889

Toda a verdade em 8 páginas Lula reúne 27 governadores e vices contra o terrorismo: “eles querem golpe e não vai ter”. Depois da reunião, Lula convidou os governadores para irem a pé vistoriar o que os vândalos, terroristas e fascistas fizeram no STF e prestar solidariedade à presidente da Corte, Rosa Weber. Leia aContinuar lendo “Hora do Povo – Edição nº 3.889”

A despesa pré-primária do Brasil

Em seu artigo “A Despesa Financeira é a Zona Morta do Debate Econômico Brasileiro” a economista Mônica de Bolle dá sequência à sua crítica ao fiscalismo que impera no Brasil. Se o teto de gastos só limita as despesas primárias, os juros da dívida sobre elas têm ilimitada prioridade. Veja os principais pontos. O debateContinuar lendo “A despesa pré-primária do Brasil”

Dupla Transformação: De Volta à Política Industrial

Publicado originalmente em Blog Cidadania & Cultura:
Diane Coyle, professora de Políticas Públicas da Universidade de Cambridge, é a autora de “Cogs and Monsters: What Economics Is, and What It Should Be” (Princeton University Press, 2021). Publicou o artigo abaixo compartilhado em Opinião _ Valor Econômico As economias avançadas estão passando por transformações estruturais duplas.…

Industrializar para o Brasil crescer

Confederação Nacional da Indústria A CNI apresentou suas considerações sobre a importância da retomada da indústria no Brasil. Dono de uma fatia do PIB mais enxuta do que já foi outrora, o setor já conversou com o Ministro Geraldo Alckmin sobre as medidas que sugere para avançar a economia brasileira. O caráter sindical da confederaçãoContinuar lendo “Industrializar para o Brasil crescer”

Em 2022 o peso da economia subterrânea no PIB foi de 17,8% e movimentou cerca de R$ 1,7 trilhão

Publicado originalmente em Blog Cidadania & Cultura:
Edson Luiz Vismona é presidente do ETCO (Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial)Fernando de Holanda Barbosa Filho é economista do FGV/Ibre. Ambos escreveram o artigo de divulgação ( Opinião _ Valor Econômico) abaixo compartilhado. PIB no ano de 2022, como mostra o Índice da Economia Subterrânea (IES). Este resultado…

O melhor do mês – Dezembro de 2022

+lida Destaque de crítica Escolhido o presidente do Brasil, muito trabalho pela união e reconstrução, em um mundo em evolução e felizes por sermos brasileiros! Edição de Novembro Feliz Ano Novo! Vacina Sim!

Economia brasileira em transição

O gabinete de transição do presidente diplomado Luiz Inácio Lula da Silva, chefiado pelo vice Geraldo Alckmin, trouxe em cem páginas o seu relatório de avaliação das condições de governo, “radiografando” o desmonte do Estado e das políticas públicas em três blocos para, à sequência, discriminar medidas concretas de enfrentamento aos problemas apontados: Tratando-se aquiContinuar lendo “Economia brasileira em transição”

Participação brasileira no PIB mundial é a menor em mais de 4 décadas

Com informações da Soberania Brasil De se notar que o Brasil foi o país que mais cresceu na era Vargas (30-80); o advento da crescente submissão aos centros econômicos estrangeiros já na década de 60 fez a economia brasileira perder força, perdendo participação relativa especialmente a partir do domínio das finanças sobre a produção, apesarContinuar lendo “Participação brasileira no PIB mundial é a menor em mais de 4 décadas”