Balões e suas lições

12 de Outubro, feriado da Padroeira do Brasil, homenageia um grande bem da Humanidade, as crianças. A elas, de todas as idades, uma fábula universal sobre a felicidade, cuja autoria e nacionalidade desconhecemos. Um professor deu um balão para cada estudante, que teve que o encher, escrever o nome nele e jogar no corredor. OContinuar lendo “Balões e suas lições”

Nelson Mandela: uma crônica de liberdade e humanismo

“Depois que me tornei presidente, pedi ao meu acompanhante que fossemos almoçar em um restaurante. Sentamo-nos e cada um de nós pediu o que queria. Na mesa da frente, havia um homem esperando para ser servido. Quando ele foi servido, eu disse a um dos meus soldados: vá e peça àquele homem que se junteContinuar lendo “Nelson Mandela: uma crônica de liberdade e humanismo”

Misticismo ou ciência?

Márcio Aurélio Soares, no Jornal da Orla, A gripe espanhola no Brasil Durante a Gripe Espanhola surgiram tratamentos considerados “infalíveis”. Segundo os cientistas, a espécie humana teria surgido há uns 350 mil anos no leste da África. O Homo sapiens, como ficou sendo chamado o que é o homem moderno de hoje, é o resultado deContinuar lendo “Misticismo ou ciência?”

Há quanto tempo estamos por aqui?

O bioantropólogo Walter Neves é mundialmente conhecido por ter nos apresentado a mais antiga das brasileiras, a que deu o nome de Luzia. Em aula dos cientistas engajados*, ilustrou sobre a antiguidade da humanidade, à luz das mais recentes descobertas arqueológicas. Neves explicou que descendemos de uma linhagem animal de até 7 milhões de anos,Continuar lendo “Há quanto tempo estamos por aqui?”

Apontamentos de Che sobre um livro famoso

Ontem a Hora do Povo republicou, por ocasião do 53º aniversário do desaparecimento físico de Ernesto Guevara de La Sena, suas notas apresentadas por Sergio Rubens de Araújo Torres, de quem recuperamos sábado último as histórias por ele contadas sobre a saga revolucionária brasileira, que culminou na Revolução de 30. Muitas das opiniões do CheContinuar lendo “Apontamentos de Che sobre um livro famoso”

Terapia

Quando no último domingo rememoramos o notável discurso de Charles Chaplin em O Grande Ditador, para correlacionar com certas atitudes negacionistas do Presidente do Brasil, destacamos o desejo do cineasta inglês de a razão trazer felicidade ao mundo. Um maestro amigo chamou-nos a atenção, pleno de razão, que a Humanidade não é feita só dela,Continuar lendo “Terapia”

O futuro é das máquinas?

Conheci o artigo de Felipe Leonard* ao conferir a edição do Jornal dos Bairros de Egydio Coelho e Haroldo Lago, que contemplou uma opinião nossa sobre soberania nacional. Compartilho o conteúdo pela clareza em unir o diferencial humano da criatividade a serviço da Natureza, com o uso da contemporânea técnica da inteligência artificial. “No séculoContinuar lendo “O futuro é das máquinas?”

Pandemia nos ensina que sem ciência não há futuro

Mais uma vez nos servimos do saber do pesquisador Ergon Cugler*, da USP, que ressalta aqui o papel da ciência em preservar a humanidade viva e avançando na História. Não é demais lembrar que o genoma do vírus foi sequenciado por uma cientista brasileira, da mesma forma que a multiplicação dos testes em 16 vezesContinuar lendo “Pandemia nos ensina que sem ciência não há futuro”