“Nosso objetivo é descobrir aquilo que facilite a vida do ser humano”

Miguel Manso, em Engenharia pela Democracia Entrou para a Eternidade o cientista autodidata, inventor e ambientalista brasileiro Galdino Santana de Limas. O professor Galdino, como todos o chamavam, 71 anos, filho de Laguna em Santa Catarina, neto de índios daquela histórica cidade, dedicou 60 anos da sua vida aos estudos, pesquisas, descobertas científicas revolucionárias eContinuar lendo ““Nosso objetivo é descobrir aquilo que facilite a vida do ser humano””

Engenharia pela Democracia

A Engenharia visa o bem estar do ser humano. O movimento lançado um dia após o Brasil ir às ruas contra o retrocesso já havia consignado em seu manifesto fundador: “basta a toda esta devastação. Iremos às ruas pelo fim deste projeto de destruição nacional. Não aceitamos a regressão do Brasil a um estágio deContinuar lendo “Engenharia pela Democracia”

O futuro da indústria no Brasil

Sergio Fausto e a Fundação FHC trouxeram o economista José Roberto Mendonça de Barros e o engenheiro João Fernando Gomes de Oliveira para expor seus estudos sobre o futuro da indústria no Brasil. Com base em dois casos reais, os estudiosos procuram mostrar que há no Brasil um setor industrial que se desenvolve à margemContinuar lendo “O futuro da indústria no Brasil”

Desindustrialização Ocidental e Retrocesso Brasileiro

Publicado originalmente em Blog Cidadania & Cultura:
A UNIDO (United Nations Industrial Development Organization) estima o valor adicionado da indústria de transformação mundial ter caído -8,4% em 2020, devido à pandemia de Covid-19. Desencadeou uma crise sem precedentes, impactando a fabricação de bens e causando rupturas nas cadeias globais de valor (CGV), bem como uma…

Câmara acaba com o piso salarial de cinco categorias, que reagem

Publicado originalmente em José Luis Oreiro:
Salário mínimo para formados em Agronomia, Arquitetura, Engenharia, Química e Veterinária, em vigor há 55 anos, é extinto por medida provisória que tem o objetivo de facilitar a abertura de empresas; categorias querem reverter a decisão no Senado A Câmara dos Deputados revogou o piso salarial para os formados…

MANIFESTO ENGENHARIA PELA DEMOCRACIA

Movimento Engenharia pela Democracia Quando já choramos 542 mil vidas perdidas para o vírus e nós, sobreviventes, vemos a queda do ritmo de contágio e mortes com o avanço da vacinação obstada pelo negacionismo e negocismo oficiais, honramos o nosso diploma somando a voz da Engenharia na luta pela vida e pela democracia. Nesta semanaContinuar lendo “MANIFESTO ENGENHARIA PELA DEMOCRACIA”

Vou de túnel

São 40 mil os transeuntes diários entre as ilhas de São Vicente e Santo Amaro, a caminho do trabalho, de casa, do comércio ou da praia, hoje servindo-se das balsas e barcos do maior sistema do planeta do tipo. De forma mais lenta, cara e menos segura que a travessia seca, antigo desejo e necessidadeContinuar lendo “Vou de túnel”

A farsa da crise hídrica no setor elétrico

A Universidade Federal de Santa Catarina, por meio de seu Instituto de Estudos Latino Americanos (IELA) desvenda mais uma fake news criada com mera intenção de estabelecer a bandeira vermelha nas contas de luz e aumentar indevidamente as receitas das concessionárias de energia, além de outros efeitos deletérios à gente brasileira. Destacamos dois trechos doContinuar lendo “A farsa da crise hídrica no setor elétrico”

A ponte pênsil vicentina interliga a Baixada há mais de cem anos

Muito antes da ponte estaiada que se vê nos jornais paulistanos da TV Globo, um par de estacas foi fincado em terra firme e outro na Ilha de São Vicente para, por meio de cabos de aço, sustentar a ponte famosa e os dutos saneadores de Guilherme de Britto. Quem conta um pouco da históriaContinuar lendo “A ponte pênsil vicentina interliga a Baixada há mais de cem anos”

O futuro de ontem e de hoje

Charges de 1900… “Algumas previsões muito interessantes, mas também assustadoras. As oficinas de reparação de automóveis desaparecerão. Um motor a gasolina / diesel tem 20.000 peças individuais. Um motor elétrico tem 20. Os carros elétricos são vendidos com garantia vitalícia e só são reparados pelas concessionárias. Leva apenas 10 minutos para remover e substituir umContinuar lendo “O futuro de ontem e de hoje”