Dinheiro de plástico: qual é o lucro desse serviço financeiro?

O cambista e sua esposa, pintura de Quentin Matsys (Bélgica, 1466-1530). O Bonifácio trouxe o artigo abaixo, sob o título original “De onde vem o superlucro dos bancos?” Como se verá, trata-se do superlucro com apenas um dos produtos oferecidos pelos grandes intermediadores financeiros, de resto oriundo do pagamento do consumidor final, vez que embutidoContinuar lendo “Dinheiro de plástico: qual é o lucro desse serviço financeiro?”

CNI: juros altos são o principal problema da indústria da construção

Hora do Povo Além dos juros, o setor aponta as dificuldades no acesso ao crédito, segundo Sondagem da CNI A taxa de juros elevada é apontada como principal problema da indústria da construção no terceiro trimestre deste ano, segundo a Sondagem Indústria da Construção da Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada na terça-feira (1). DeContinuar lendo “CNI: juros altos são o principal problema da indústria da construção”

Efeitos da Pandemia e da Guerra na Ucrânia sobre os preços das commodities: implicações para o debate sobre a condução adequada da política monetária no Brasil.

Publicado originalmente em José Luis Oreiro:
Recentemente estive participando de um debate no Corecon-DF sobre o comportamento da taxa de juros no Brasil (https://www.youtube.com/watch?v=qufwmPuW3JA&t=20s). Na minha apresentação procurei focar sobre o comportamento de longo prazo da taxa de juros (Selic real ex post), o qual apresenta um nível estruturalmente elevado na comparação com a taxa…

As veias abertas do Estado brasileiro

Há alguns meses, conjecturávamos sobre eventual relação entre a receita da alienação de estatais e o aumento do pagamento de juros pelo Tesouro Nacional. Os números do quadro seguinte parecem induzir um segundo raciocínio, que se mescla ao anterior e aponta no mesmo sentido. De acordo com o Boletim das Empresas Estatais do 4º TrimestreContinuar lendo “As veias abertas do Estado brasileiro”

Juro X Consumo: Perdas em Vendas na Indústria, Varejo e Serviços

Publicado originalmente em Blog Cidadania & Cultura:
Marli Olmos, Daniela Braun, Adriana Matos, Sergio Tauhata, Raquel Brandão, Ana Luiza Tieghi e Cristian Favaro (Valor, 18/07/22) publicaram uma reportagem sobre o estado atual lastimável do comércio varejista no Brasil. A combinação da pressão inflacionária com a alta nos juros provocou queda de vendas na indústria, varejo…

O imbróglio do Banco Central

O doutor em Economia e Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental do governo federal Paulo Kliass levanta pertinentes considerações em seu mais recente artigo no Vermelho. Após preambular a possível troca de comando no Executivo brasileiro, relaciona alguns dos “temas sensíveis e urgentes” da pauta econômica, a saber: a austeridade e o teto deContinuar lendo “O imbróglio do Banco Central”

Copom segue contra o Brasil

Paulo Kliass, no Vermelho Em pouco mais de um ano, a Selic sofreu um incremento de quase 500%. Para ficarmos em uma linguagem tão grata ao financês, não há sociedade que resista impunemente a tal arrocho da política monetária. Mais uma vez, na semana passada, a fina flor da tecnocracia do financismo no comando daContinuar lendo “Copom segue contra o Brasil”

Bancos e financeiras cobram juros de até 1.000% ao ano no crédito pessoal

Antônio Temóteo, no UOL A taxa média de juros cobrada pelas instituições financeiras no empréstimo pessoal não consignado, popularmente conhecido como CDC (crédito direto ao consumidor), chegou a 79,5% ao ano em julho, segundo dados do BCB (Banco Central). Apesar disso, pelo menos cinco bancos e financeiras cobram taxas anuais de 500% a 1.000%. EssasContinuar lendo “Bancos e financeiras cobram juros de até 1.000% ao ano no crédito pessoal”

Identificando os verdadeiros vilões [das altas taxas de juros no Brasil]

Ganhou repercussão na mídia especializada o “trabalho para discussão” publicado pelo Banco do Central do Brasil, em língua estrangeira, de autoria do economista e servidor da autarquia Thiago Trafane Oliveira Santos. Em nota de seu colega e ex-presidente do BCB Gustavo Loyola, teve o título traduzido como ‘Altas taxas de juros de empréstimos no Brasil:Continuar lendo “Identificando os verdadeiros vilões [das altas taxas de juros no Brasil]”

Elevação dos juros com a economia em recessão é burrice

A Hora do Povo consultou o economista Nilson Araújo de Souza para trazer aos leitores suas lições sobre a inflação atual do Brasil e a subida dos juros pelo Banco Central. Segundo o professor, “basta anunciar que a tendência dos juros básicos é de alta que começa a apontar para um impacto negativo na atividadeContinuar lendo “Elevação dos juros com a economia em recessão é burrice”