Hora do Povo – Edição nº 3.869

Toda a verdade em 8 páginas Empresários, trabalhadores, estudantes, professores, líderes populares, personalidades, políticos e artistas se uniram para dizer que não haverá volta da ditadura. O manifesto da Faculdade de Direito da USP “em defesa do Estado Democrático de Direito” foi lido dia 11 de Agosto no Largo de São Francisco, em São Paulo,eContinuar lendo “Hora do Povo – Edição nº 3.869”

O que quer o Brasil que trabalha?

“Nossa força está na unidade e luta por um Brasil mais democrático, soberano e justo” No dia 7 de Abril reuniram-se os trabalhadores brasileiros em sua Conferência Nacional – Conclat 2022. À abertura dos pronunciamentos, Adilson Araújo, presidente da Central dos Trabalhadores e das Trabalhadoras do Brasil, proferiu o sintético libelo pelo reconhecimento dos valoresContinuar lendo “O que quer o Brasil que trabalha?”

Conclat 2022 – Emprego, direitos, democracia e vida

Nos anos 1980 reuniam-se os trabalhadores na Praia Grande para apontar rumos para si e para o Brasil. Participamos do encontro de 1983, na delegação do Sindicato dos Engenheiros de São Paulo. Quando agora as centrais se unem para buscar direitos que vem sendo subtraídos aos brasileiros, é oportuna a chamada à Conferência de 2022.Continuar lendo “Conclat 2022 – Emprego, direitos, democracia e vida”

‘Governo implodiu mesa de negociação, indignação dos servidores é geral’, diz presidente do Fonacate

Com informações da Hora do Povo O presidente do Fórum Nacional das Carreiras Típicas de Estado (Fonacate), Rudinei Marques, afirmou que, com a implosão das mesas de negociação e diálogo com os servidores no governo Bolsonaro, há ânimo e insatisfação suficiente para que a categoria mobilize uma greve geral nas próximas semanas, em defesa doContinuar lendo “‘Governo implodiu mesa de negociação, indignação dos servidores é geral’, diz presidente do Fonacate”

Sobre o reajustamento dos salários dos servidores públicos

Não que haja uma data-base para os servidores públicos, como sucede entre os trabalhadores do setor privado organizados em sindicatos por categoria econômica ou profissional. Mas a previsão orçamentária obrigatória para a despesa pública induz ao ciclo anual de elaboração da peça legal a atenção do setor. No caso do segmento civil da União aContinuar lendo “Sobre o reajustamento dos salários dos servidores públicos”

Câmara acaba com o piso salarial de cinco categorias, que reagem

Publicado originalmente em José Luis Oreiro:
Salário mínimo para formados em Agronomia, Arquitetura, Engenharia, Química e Veterinária, em vigor há 55 anos, é extinto por medida provisória que tem o objetivo de facilitar a abertura de empresas; categorias querem reverter a decisão no Senado A Câmara dos Deputados revogou o piso salarial para os formados…

Logo mais: o direito ao trabalho e o desenvolvimento nacional

Dia 25 dialogamos com Pascoal Vaz e a equipe jornalística da RBA Litoral sobre um novo projeto nacional de desenvolvimento, que você confere aqui. Nesta quinta, conversaremos na Rádio Boa Música sobre o mundo do trabalho, a defesa dos interesses dos trabalhadores e sua correlação com a melhora do bem-estar geral da população – osContinuar lendo “Logo mais: o direito ao trabalho e o desenvolvimento nacional”

Outra vez juntos para fazer o Sinal de +

Desde que ingressei no Banco Central do Brasil, admitido em 31.7.2006 após aprovação no concurso público iniciado um ano antes, duas foram as tarefas que espero ter desempenhado a contento: servir à sociedade, auxiliando o Brasil na conquista da estabilidade financeira; e perseguir a justa retribuição pecuniária à jornada laboral àqueles que ao Estado nacionalContinuar lendo “Outra vez juntos para fazer o Sinal de +”