Bolsonaro é fascista?

Quem responde, no Jornal GGN, é o engenheiro, jornalista, advogado e cientista político José Manoel Ferreira Gonçalves. O abalizado arrazoado abaixo mostra que o presidente é ainda pior do que lhe alcunham. Não, não é meramente fascista, é muito pior, Bolsonaro é perenialista! Em 2018 o bolsonarismo explodiu como uma barragem de rejeitos da Samarco,Continuar lendo “Bolsonaro é fascista?”

Covardes fascistas atentam contra a “democracia, liberdade, os direitos do povo”

Guilherme Bianco `Primeiro assassinaram um cidadão de bem em câmara improvisada de gás, depois dispararam um morteiro contra um vereador… A resposta do tribuno: “Um covarde atentado com um dispositivo explosivo foi perpetrado contra mim, aqui na porta da Câmara Municipal de Araraquara, no dia de ontem, 30 de maio de 2022, por volta dasContinuar lendo “Covardes fascistas atentam contra a “democracia, liberdade, os direitos do povo””

Por que o nazismo deve ser criminalizado?

Publicado originalmente em Blog do Renato:
Nos últimos dias, em curto espaço de tempo, um conhecido?podcaster?defendeu a legalidade do partido nazista e um comentarista de TV, risonhamente, fez a saudação hitlerista chamada?seig heil. Manifestações como essas se tornaram frequentes nos últimos anos, em particular após a eleição de Jair Bolsonaro. Seu governo, aliás, tem sido…

Os EUA são inimigos da Europa

Eric Zuesse Historiador e articulista dos EUA, que escreve em diversos sites de geopolítica europeus como o Strategic Culture, The Saker e Rede Voltaire. Tendo sido a Europa o epicentro das duas guerras mundiais do século passado, é sempre oportuno verter ao português opiniões sobre as tensões do mundo de hoje envolvendo o velho continente:Continuar lendo “Os EUA são inimigos da Europa”

Deter o fascismo já

Márcio Sotelo Felippe, 31.5.2021 A classe média sente-se mal. Envenena-se pelo ressentimento. Há uma crise econômica. Uniformizada, ela toma as ruas. Um arranjo parlamentar põe no poder um governo de direita. A classe média não ganha nada, mas o grande capital é logo recompensado. Trabalhadores perdem direitos e salários. Politicas de proteção a idosos sãoContinuar lendo “Deter o fascismo já”

A “esquerda” que o capital quer e a frente ampla que o Brasil precisa

A Fundação FHC trouxe o filósofo Pablo Ortellado e a matemática Tatiana Roque, ela primeira suplente da bancada federal fluminense do PSOL, para conversar* sobre o avanço conservador que se extremou com a eleição de Jair Bolsonaro e os desafios do chamado campo de esquerda no momento atual da politica brasileira. Ortellado observou que oContinuar lendo “A “esquerda” que o capital quer e a frente ampla que o Brasil precisa”

Tirar dinheiro da Cultura é o mesmo que queimar livros

A Cultura sofre uma séria ameaça em nosso País. O obscurantismo, ou seja, a negação do conhecimento e, portanto, da ciência e da cultura, é característica típica do fascismo. O bando fascista que se apoderou do governo não ficou apenas no discurso anticultura. Depois de haver nomeado para os cargos do governo que cuidam daContinuar lendo “Tirar dinheiro da Cultura é o mesmo que queimar livros”

Charles Chaplin e o Presidente do Brasil

Quando a sensibilidade do artista nos agracia com a essência da figura presidencial, acreditamos não termos exagerado quando lhe fizemos – ao presidente – um paralelo de seus gestos e atos com a ascensão do nazismo na Alemanha de outrora. Por isso, reveste-se de atualidade o discurso de Charles Chaplin no filma “O Grande Ditador”:Continuar lendo “Charles Chaplin e o Presidente do Brasil”

Sobre a ascensão do nazismo e a frente ampla

Recebemos um artigo de Osvaldo Coggiola, escrito neste século, a deduzir da mais recente fonte citada na bibliografia. Ele aborda a ascensão do nazismo considerando os papeis que acredita terem tido Hitler, Trotsky e Stalin, de modo que trataremos o texto de 14 páginas nesta introdução e em três capítulos suplementares. Como veremos em detalheContinuar lendo “Sobre a ascensão do nazismo e a frente ampla”

Entre a bravata e a realidade

Claro que a palavra é livre – em casa, na rua, em qualquer lugar. Inclusive em reuniões políticas de certo porte. A realidade é muito complexa para que se contenha a expressão do pensamento em regras rígidas ou gabaritos de pretenso bom senso. Mas quando se tem responsabilidade sobre os rumos deste ou daquele movimentoContinuar lendo “Entre a bravata e a realidade”