Movimento internacional de capitais desfavorável ao Brasil

O magnata inglês Barão de Rothschild proferiu a tristemente famosa lição sobre a acumulação financeira nos anos 1820, enquanto fazia fortuna às custas da batalha de Waterloo: Compre quando existir sangue nas ruas, mesmo se for o seu O também magnata John D. Rockefeller reproduziu o ensinamento um século mais tarde, um formador de fortunaContinuar lendo “Movimento internacional de capitais desfavorável ao Brasil”

Política externa independente para o novo projeto de desenvolvimento nacional

A Cátedra Claudio Campos, da Fundação Maurício Grabois, deu seguimento ao seminário “Nacional-desenvolvimentismo e o novo projeto de desenvolvimento nacional“, tratando na segunda rodada da política externa independente e a defesa nacional. Ao abrir os trabalhos, o titular da cátedra Nilson Araújo rememorou as bases getulistas do nacional-desenvolvimentismo, em que o investimento público, o aumentoContinuar lendo “Política externa independente para o novo projeto de desenvolvimento nacional”

O caminho brasileiro para o nacional-desenvolvimentismo

Com informações da Hora do Povo e do Vermelho A Fundação Maurício Grabois, por meio da cátedra Cláudio Campos, deu início à construção de um projeto de país para o Brasil, como contribuição para, mais que superar a pandemia e o fascismo que pairam no ar, retomar as rédeas do desenvolvimento econômico e social brasileiro.Continuar lendo “O caminho brasileiro para o nacional-desenvolvimentismo”

O papel do capital estrangeiro na autonomia tecnológica nacional

Considerando o capitalismo “um processo irregular de difusão do progresso técnico”, o editor do portal Disparada Ricardo Begosso avalia, em sua coluna Democracia e Diplomacia da Folha de São Paulo, como as nações dependentes podem superar o atraso tecnológico com ajuda externa. De início, Begosso assim classifica os investimentos estrangeiros, em relação à potencial transferênciaContinuar lendo “O papel do capital estrangeiro na autonomia tecnológica nacional”

Líderes industriais repelem “retrocesso à jurássica lógica colonialista”

Hora do Povo, 27.1.2021 “Associações da indústria lançam manifesto contra as declarações feitas por Carlos Von Doellinger – indicado por Bolsonaro para presidir o Ipea – de que o Brasil deveria focar apenas na agricultura e mineração. “Na semana passada, o presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Carlos Von Doellinger, disse que oContinuar lendo “Líderes industriais repelem “retrocesso à jurássica lógica colonialista””

Ano novo, página nova

A virada do calendário e a coleção de meio milhar de artigos nos obriga a organizar melhor o acesso ao conteúdo da página. Visite e comente: isosendacz.org E divulgue. Desenvolvendo a obra dos que nos antecederam, juntos vamos fazer deste imenso país uma grande Nação, com vacina, democracia e desenvolvimento nacional.

Felizes 2021 a 2030

Longe de ter sido uma década perdida, como afirmam os economistas! O mero fato de a termos completado com saúde e família mais numerosa já seria o bastante para ficarmos no lucro. Mas nem por isso nossa vida nacional não poderia ter sido melhor aproveitada. Foram dez anos em que a nossa produção interna brutaContinuar lendo “Felizes 2021 a 2030”

O petróleo e a independência brasileira

Com ímpar conhecimento do subsolo brasileiro e uma vida dedicada à independência energética brasileira, Guilherme Estrella* foi o convidado à palestra magna da Associação Beneficente e Cultural dos Petroleiros do litoral paulista, sob mediação de José Anézio. O geólogo enalteceu a riqueza do Brasil nos reinos mineral e vegetal, com muita terra, água sobre eContinuar lendo “O petróleo e a independência brasileira”

Projeto de Nação na Revolução de 30 e nos dias de hoje

Fund. Maurício Grabois 90 anos depois de conflagrado o movimento revolucionário no Rio Grande do Sul, um rico debate reuniu acadêmicos gaúchos e de outras terras brasileiras, sob moderação da historiadora Glaucia Konrad, em busca da atualidade do projeto nacional-desenvolvimentista. Pedro Dutra Fonseca abriu as exposições discorrendo sobre o Projeto Nacional na Revolução de 30.Continuar lendo “Projeto de Nação na Revolução de 30 e nos dias de hoje”

Ficar a Pátria livre!

Quando quase dois séculos depois do rompimento da dependência colonial de Portugal o Brasil é importador de “complexos” trilhos de trem, ainda que em solo pátrio jazem imensas reservas da matéria prima do produto, não se pode dizer que a obra da Independência Nacional tenha sido completada. Quando o minuto silente com que os esportistasContinuar lendo “Ficar a Pátria livre!”