Situação das pequenas indústrias é dramática

Com informações da Hora do Povo Todos sabem que, no Brasil, os pequenos negócios são os principais geradores de emprego, além de ocupar economicamente um grande número de empresários na operação da própria empresa. Quando o esforço do presidente parece dirigir-se ao fomento da terceira onda da Covid-19, também já é conhecido o seu efeitoContinuar lendo “Situação das pequenas indústrias é dramática”

Guedes chantageia trabalhadores e empresários para manter programa de Emprego e Renda

Carlos Alberto Pereira, na Hora do Povo Depois de postergar por quatro meses, em plena expansão catastrófica da pandemia, Guedes fez a chantagem de adiar de julho para janeiro de 2022 o início do pagamento do Abono Salarial – um salário mínimo que todo trabalhador que ganha até dois mínimos tem direito -, condicionando aContinuar lendo “Guedes chantageia trabalhadores e empresários para manter programa de Emprego e Renda”

Emprego e renda por Estados e Municípios

Se, por evidente, o principal auxílio às pessoas esperarem em casa sua vez na fila das vacinas deve vir do Tesouro Nacional, isso não quer dizer que os entes subnacionais não podem contribuir, não só nesse momento de crise sanitária, com a formação e a renda dos seus munícipes mais vulneráveis. O exemplo maranhense éContinuar lendo “Emprego e renda por Estados e Municípios”

Programa de emprego e renda é vital para os trabalhadores

Carlos Alberto Pereira Executiva Nacional da CGTB 31.12.2020 Hoje se encerra o Programa Emergencial de Preservação de Emprego e Renda, que manteve o emprego com carteira assinada de 10 milhões de trabalhadores, com 20 milhões de acordos assinados entre patrões e empregados. A renovação do programa até o fim da pandemia é questão vital paraContinuar lendo “Programa de emprego e renda é vital para os trabalhadores”

Emprego, emprego, emprego

Logo após reconfirmado no cargo por mais quatro anos, o prefeito paulistano Bruno Covas estabeleceu sua prioridade de governo: “nós temos que fazer da nossa gestão mantra na busca de emprego, emprego, emprego e busca de oportunidades”. A tarefa não será fácil. O aumento de quase 400 mil vagas com carteira assinada em outubro nãoContinuar lendo “Emprego, emprego, emprego”

Nas ruas, a luta pelo emprego e renda

Protesto pela desoneração da folha de pagamento com a garantia de empregos e em defesa do Auxílio Emergencial de R$ 600 As centrais sindicais estão organizando a manifestação em defesa do Auxílio Emergencial de R$ 600 e da desoneração da folha de pagamento com a garantia de empregos. O ato será realizado dia 3 deContinuar lendo “Nas ruas, a luta pelo emprego e renda”

Ficar a Pátria livre!

Quando quase dois séculos depois do rompimento da dependência colonial de Portugal o Brasil é importador de “complexos” trilhos de trem, ainda que em solo pátrio jazem imensas reservas da matéria prima do produto, não se pode dizer que a obra da Independência Nacional tenha sido completada. Quando o minuto silente com que os esportistasContinuar lendo “Ficar a Pátria livre!”

Em defesa da vida, da democracia e do emprego

As fundações partidárias são organismos destinados a estudar o Brasil e formular teoria e prática de políticas públicas para que os partidos a que são vinculadas possam intervir na consecução dos seus propósitos políticos. Quando sete delas – Maurício Grabois; Claudio Campos; Perseu Abramo; João Mangabeira; Leonel Brizola e Alberto Pasqualini; Lauro Campos e MarielleContinuar lendo “Em defesa da vida, da democracia e do emprego”

Pacto nacional pelo emprego

Precisamos usar todos os recursos financeiros e institucionais de que dispomos FLÁVIO DINO Quando Franklin Roosevelt precisou reerguer a economia dos Estados Unidos depois da Grande Depressão, ele estruturou o New Deal, um plano de investimento em obras públicas e instituição de direitos trabalhistas. Estamos em um similar momento emergencial, com mais de 100 milContinuar lendo “Pacto nacional pelo emprego”

Quando 1×0 é goleada*

A 1º de Abril de 2020 o governo federal prolatou a Medida Provisória nº 936, que trata do Programa Emergencial do Emprego e da Renda. No processo legislativo, uma Medida Provisória promulgada pelo Executivo tem força imediata de Lei, por até 120 dias, cabendo ao Congresso Nacional o seu aperfeiçoamento e conversão em Lei permanenteContinuar lendo “Quando 1×0 é goleada*”