Reformas de Estado, só se for para reduzir juros e aumentar os serviços e investimentos públicos

A senhora Solange Srour, economista-chefe do banco Credit Suisse, assegura que a descontinuidade das reformas de Estado fará com que os juros, o câmbio e a inflação subirão, conforme matéria do UOL Economia. A chance de piora cresce se o teto de gastos for extrapolado. O que ela não conta é que, mesmo se asContinuar lendo “Reformas de Estado, só se for para reduzir juros e aumentar os serviços e investimentos públicos”

O fechamento da Ford e a desindustrialização do Brasil

O jornal O Poder Popular trouxe a economista Sofia Manzano, da UESB, em companhia do historiador Sidney Moura*, da Unidade Classista, e da mediadora Gercyane Mylena, para debater a industrialização do Brasil e o movimento que levou ao encerramento das atividades produtivas da Ford no país. No imaginário brasileiro popular do século passado, o automóvelContinuar lendo “O fechamento da Ford e a desindustrialização do Brasil”

Carestia, desemprego, endividamento e inadimplência

Como se relacionam a carestia de 6,3% sobre os mais pobres e 6,8 milhões de pedidos de seguro-desemprego com o aumento do endividamento das famílias brasileiras e da inadimplência nas contas de luz? Na primeira semana de 2021 a imprensa informou: “O Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1) divulgado pela Fundação GetúlioContinuar lendo “Carestia, desemprego, endividamento e inadimplência”

Dois caminhos para o Brasil

Recente classificação dos países de Ranaldi e Milanovic combinou a composição e a concentração da renda dos cidadãos, mostrada no gráfico ao lado. Em Variedades do Capitalismo, os conceitos foram trazidos ao público pelo economista e professor Fernando Nogueira da Costa. Como se intui, não há economias de razoável distribuição da renda que não privilegiemContinuar lendo “Dois caminhos para o Brasil”

Reforma administrativa reduz direitos e serviços de Estado

“Já estou vendo um montão de órgãos de imprensa falando besteira. Primeiro, não se aplica aos atuais servidores. Ponto final. É daqui pra frente” A afirmação feita pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, quando do envio da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/2020 – reforma administrativa, em setembro passado, se assemelha bastante ao ditoContinuar lendo “Reforma administrativa reduz direitos e serviços de Estado”

O presidente incapaz

Luis Carlos Paes de Castro Bolsonaro, em 5.01.2021, na saída do Palácio da Alvorada: “Chefe, o Brasil está quebrado, chefe. Eu não consigo fazer nada…” É o próprio presidente que se declara incompetente e incapaz de fazer qualquer coisa para melhorar o País. Na realidade, não foi eleito para construir e sim para destruir eContinuar lendo “O presidente incapaz”

Fonacate defende avaliação e desligamento de ministros

O presidente do Fonacate e da Fenaud, Rudinei Marques, afirmou que “hipóteses de avaliação e desligamento no setor público também deveriam considerar os titulares de algumas pastas, como ministros”. E foi além: “Somos constantemente atacados pela mídia, por segmentos do mercado e mesmo pelo ministro da Economia. Mas a verdade é que ministros de áreas estratégicasContinuar lendo “Fonacate defende avaliação e desligamento de ministros”

Governo federal exclui indústria nacional da compra de lanchas da Polícia Federal

Uma das formas de os Estados nacionais fomentarem o domínio da tecnologia, a indústria e os empregos em seus territórios é por meio das encomendas que faz. A preferência a fornecedores nacionais não se dá com sobrepreços ou subqualidade, mas sempre que soubermos fazer as coisas, melhor para o Brasil. Quando se trata da segurançaContinuar lendo “Governo federal exclui indústria nacional da compra de lanchas da Polícia Federal”

Duas juízas “condenam” a meritocracia

Antonia Maria Faleiros é mineira, aprendeu a ler em casa, cortava cana quando criança, trabalhou como doméstica, dormiu em ponto de ônibus, foi Oficial de Justiça e é Juíza de Direito na Bahia. Fernanda Orsomarzo é de família de classe média branca, estudou em escola particular e “ralou duro” doze horas por dia, sem festasContinuar lendo “Duas juízas “condenam” a meritocracia”

Privatização e desmonte do sistema causaram apagão no Amapá

Conforme publicado na Hora do Povo Ildo Sauer afirmou, ao analisar o apagão que atingiu o estado do Amapá, com dois blecautes totais nos dias 3 (durante 4 horas) e 17 de novembro (por 7 horas), que o episódio revelou “a ponta de um iceberg, que está latente”. Ele alertou “que a situação no BrasilContinuar lendo “Privatização e desmonte do sistema causaram apagão no Amapá”