Autonomia do BCB: vetos de Bolsonaro permitem diretor banqueiro e sem dedicação exclusiva ao interesse público

A Lei Complementar nº 179, de 24.2.2021, “Define os objetivos do Banco Central do Brasil e dispõe sobre sua autonomia e sobre a nomeação e a exoneração de seu Presidente e de seus Diretores”. Já tratamos sobre a missão expandida do BCB em Autonomia Independente? e havíamos projetado o modelo cidadão de autoridade monetária emContinuar lendo “Autonomia do BCB: vetos de Bolsonaro permitem diretor banqueiro e sem dedicação exclusiva ao interesse público”

BCB: autonomia independente

Ou independência autônoma? Quando, ao lado de Pascoal Vaz, comparecemos à RBA Litoral para conversar sobre a autonomia do BCB com Douglas Martins, Tânia Maria e Sandro Thadeu, imaginávamos expor os diapositivos anexos, mas a apresentação não combinava com a linguagem radiofônica. Além de discernir as diferenças entre independência e autonomia da autoridade monetária, abordamosContinuar lendo “BCB: autonomia independente”

Autonomia do Banco Central e reforma administrativa na Manhã RBA Litoral

Logo mais às 9 horas estaremos na RBA Litoral para conversar sobre a autonomia do Banco Central, recém-aprovada pelo Congresso Nacional. O tema é controverso: de um lado, Marcos Verlaine crê no domínio completo da economia nacional pelo sistema financeiro; Marcos Lisboa, a seu turno, acha a nova autonomia ainda modesta. Segundo o próprio BancoContinuar lendo “Autonomia do Banco Central e reforma administrativa na Manhã RBA Litoral”

A depressão econômica e a queda de presidentes

Enquanto vão-se fechando as urnas do primeiro turno das eleições municipais, que indicam forte rejeição ao Presidente da República, não custa lembrar que “forte queda do PIB”, ora atenuada pelo Congresso Nacional e sua majoração do auxílio emergencial que se queria de R$ 200,00, estimulou, em passado recente, a queda precoce de dois ex-presidentes. TantoContinuar lendo “A depressão econômica e a queda de presidentes”

A reforma administrativa não pode ser feita antes da reforma tributária!

A nítida dissociação entre o interesse público e o envio da PEC 32/2020 ao Congresso Nacional foi objeto da queixa, que intitula esta nota, feita pelo deputado federal paulista Fausto Pinato, advogado de formação, no webinário da Frente SP sobre a importância do serviço público e a reforma administrativa. Mediaram Vera Olímpia, do Sinpait, eContinuar lendo “A reforma administrativa não pode ser feita antes da reforma tributária!”

Banco Central Utópico: Crítica ao Real

Publicado originalmente em Blog Cidadania & Cultura:
Andre de Melo Modenesi é professor associado ao Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro e pesquisador do CNPq. Publicou artigo muito didático (Le Monde Diplomatique, 20 de agosto de 2020) sobre a atuação ideal da Autoridade Monetária de acordo com a teoria pós-keynesiana, MMT…

Eficiência modelar do servidor público

Quem já tinha conta-salário no século passado certamente lembra que era possível depositar um dinheiro em Porto Alegre em um conta corrente em Fortaleza e, no momento seguinte, o titular sacar o valor em um terminal de autoatendimento na Capital Federal. Nos EUA, por exemplo, não funcionava assim. A disponibilidade de fundos dependia exclusivamente daContinuar lendo “Eficiência modelar do servidor público”

Criptomoedas – o valor

No criptomundo monetário, por incrível que possa parecer, um bitcoin vale exatamente um bitcoin! Como qualquer outra moeda, na sua esfera de aceitação os preços são nominados todos na unidade de valor. Já vimos previamente o que seja o dinheiro, sua digitalização e como surgiu a pioneira das criptomoedas. Como antes explicado, no ambiente próprioContinuar lendo “Criptomoedas – o valor”

Quadrinhos – parte VII

Eu a conheci nas lides sindicais dos funcionários do Banco Central. E desde logo percebi em Cleide Napoleão uma rara combinação de sensibilidade para com o próximo com o traço artístico com que desenha. Hoje aposentada do Banco Central, com dois filhos, aproveita a quarentena para produzir máscaras a quem precisa. “Prata da Casa”, teveContinuar lendo “Quadrinhos – parte VII”