Basta! Faça o amor cantar mais alto que o fuzil

O samba deste ano dos Gaviões da Fiel – Basta! – é uma rara fusão de dois dos concorrentes: A liberdade veste Gaviões e Chegou o dia da revolução. A bela obra conjunta vai assinada por Grandão, Sukata, Jairo Roizen, Morganti, Guinê, Xérem, Claudio Gladiador, Ribeirinho, Claudinho,  Meiners, Japonês da Moóca, Julhyan, Luciano Costa, FelipeContinuar lendo “Basta! Faça o amor cantar mais alto que o fuzil”

A gente brasileira presente no livro de Elder Vieira: “Os anos verdes de Lindaura”

Nathanael Braia* “Os anos verdes de Lindaura” é o título desse livro de contos curtos de Elder Vieira*. Um “livro da gente brasileira”, como a ele se refere o autor em sua primeira obra em prosa. São 87 contos nos quais desfilam personagens com jeito, linguagem, anseios, angústias, contradições, humor, sonhos, dilemas e saudades daContinuar lendo “A gente brasileira presente no livro de Elder Vieira: “Os anos verdes de Lindaura””

Casa do Povo: relembrando 2020

A rara resiliência da Casa do Povo, construída logo após a 2ª Guerra como um monumento vivo de cultura para que o morticínio de então jamais se repita, fez neste ano pandêmico, com prudência sanitária, uma vasta rede de Vizinhança contra o Coronavírus, enquanto sua programação prosseguiu de forma digital. No começo do ano, lançamosContinuar lendo “Casa do Povo: relembrando 2020”

Dia Nacional do Samba

Na cadência do samba Luiz Bandeira <—- ouça na voz de Nelson Gonçalves SambaRepresenta uma naçãoSambaOrgulho da raçaRetrato de um povoQue tem alma e coração Que bonito éVer o samba no terreiroAssistir um batuqueiro numa roda improvisar Que bonito éA mulata requebrando, os tambores repicandoUma escola a desfilar Que bonito éPela noite enluarada, numa trovaContinuar lendo “Dia Nacional do Samba”