Afinal, qual deve ser a prioridade para salvar 200 mil vidas no Brasil em 2021?

Em um ano de pandemia, desde fevereiro de 2020 os EUA perderam mais de meio milhão de vidas  e o Brasil 250 mil.  Miguel Manso Brasil, 21 de fevereiro – Total de pessoas que receberam ao menos uma dose: 5.853.753 (2,76% da população) Em recente estudo realizado através de modelagem matemática computacional pesquisadores da UFJFContinuar lendo “Afinal, qual deve ser a prioridade para salvar 200 mil vidas no Brasil em 2021?”

Todos unidos pela vacina!

Brasil e o mundo por Iso Sendacz soma-se às campanhas Unidos pela Vacina e Todos pela Vacina. Quando novamente a média diária de mortes abrevia a vida de mais de mil brasileiros, faz-se necessária toda a pressão popular para que se destrave a vacinação maciça da população. A capacidade nacional de vacinação é de 4Continuar lendo “Todos unidos pela vacina!”

O desmonte da indústria farmacêutica no Brasil

Com informações da Hora do Povo A dependência de insumos importados nunca se fez tão grave quanto na pandemia. A desindustrialização no ramo dos fármacos tem colocado em marcha lenta a disponibilidade das vacinas, bem como nas alturas, ao sabor da flutuação cambial, o preço dos remédios necessários ao restabelecimento da saúde. Durante a pandemiaContinuar lendo “O desmonte da indústria farmacêutica no Brasil”

População Desalentada no Brasil

Publicado originalmente em Blog Cidadania & Cultura:
O recrudescimento dos casos de covid-19 pode atrasar uma recuperação mais consistente do mercado de trabalho no país. Já teria um ano difícil em 2021 sem esse fator. Segundo economistas, mesmo crescendo entre 3% e 4% neste ano, a economia não deve gerar ocupação suficiente para a massa…

Mortes por asfixia em Manaus têm responsável, Bolsonaro, e cúmplice, White Martins

MIGUEL MANSO No pior dia da pandemia, falta de oxigênio mata pacientes de Covid em Manaus. Bolsonaro premia o cartel do oxigênio entregando a empresa de distribuição de gases da Petrobras Todos assistimos estarrecidos, consternados e principalmente indignados, a morte de centenas de brasileiros em Manaus nos últimos dias por falta de Oxigênio nos hospitaisContinuar lendo “Mortes por asfixia em Manaus têm responsável, Bolsonaro, e cúmplice, White Martins”

Vacina e falta de oxigênio fazem milhões “caírem na real”

O que mais se destaca na recente pesquisa da XP Investimentos é o fato de milhões de brasileiros antes esperançosos com o governo federal terem mudado suas expectativas no último mês. Embora a metade dos entrevistados ache que deva ser retomado o auxílio emergencial, só um quarto acha que o governo tomará qualquer iniciativa nesseContinuar lendo “Vacina e falta de oxigênio fazem milhões “caírem na real””

Vacina: se reduz o Covid, porque ainda não está sendo aplicada no Brasil?

Evaldo Stanislau é dirigente da Sociedade Paulista de Infectologia e compareceu à Manhã Litoral da RBA para esclarecer os múltiplos aspectos que envolvem a doença, seu tratamento e prevenção. O médico assegurou que todas as vacinas estão seguras, não há razão, menos ainda politica, para atrasar o início da sua aplicação. O Instituto Butantã, cujoContinuar lendo “Vacina: se reduz o Covid, porque ainda não está sendo aplicada no Brasil?”

Brecht e a COVID

Dr. Evaldo Stanilaw, no twitter Primeiro morriam os desconhecidos. Mas não sei quem são, então não tem problema. Depois morreram conhecidos. Mas são distantes, tudo bem. Aí morreu minha tia. Era velha,tanto faz. Aí morre você…tudo bem, eu não te conheço! Assim matam indiferença, egoísmo e o negacionismo na COVID! Evaldo Stanilau, o bom doutor,Continuar lendo “Brecht e a COVID”

Oswaldo Cruz e a revolta da vacina

Cômica seria se não fosse trágica a resistência ao progresso imunológico nos dias de hoje. Propagar a transformação dos vacinados em jacaré não condiz com o aprendizado de mais de cem anos sobre a ciência. Vetustos senadores de então, como Lauro Sodré e Barata Ribeiro, retratados em 1904 por O Malho, resistiam desde os respectivosContinuar lendo “Oswaldo Cruz e a revolta da vacina”