O futuro do Porto de Santos

Em uma série de matérias próprias e artigos do Eng. Eduardo Magano, a Portogente aborda a necessária ampliação e modernização portuária na Baixada Santista. Os ativos portuários não são meras fontes de caixa do governo, privatizáveis para pagar juros e outras coisas, mas fonte de riqueza para o país e carentes de investimentos da ordemContinuar lendo “O futuro do Porto de Santos”

Vou de túnel

São 40 mil os transeuntes diários entre as ilhas de São Vicente e Santo Amaro, a caminho do trabalho, de casa, do comércio ou da praia, hoje servindo-se das balsas e barcos do maior sistema do planeta do tipo. De forma mais lenta, cara e menos segura que a travessia seca, antigo desejo e necessidadeContinuar lendo “Vou de túnel”

Superciclo de comódites e os desafios da logística no Brasil (4)

A Fundação FHC realizou interessante debate com foco em comódites e logística no Brasil. A partir do exposto nas três primeiras partes desta série, cabem algumas considerações sobre o seminário, a partir do ponto-de-vista deste autor. Na sala de debates, registramos um par de perguntas que os convidados não tiveram a oportunidade de se pronunciarContinuar lendo “Superciclo de comódites e os desafios da logística no Brasil (4)”

Superciclo de comódites e os desafios da logística no Brasil (3)

A Fundação FHC realizou interessante debate com foco em comódites e logística no Brasil. Vistos os temas que deram nome ao evento, trata-se de abordar agora o “problema número zero” da logística brasileira: a entrada do Porto de Santos. Quem assim o classificou foi Frederico Bussinger. Nos terminais, a mecanização elevou por três a eficiênciaContinuar lendo “Superciclo de comódites e os desafios da logística no Brasil (3)”

Superciclo de comódites e os desafios da logística no Brasil (2)

A Fundação FHC realizou interessante debate com foco em comódites e logística no Brasil. Registradas as considerações sobre as mercadorias, vem agora o que foi debatido sobre a sua movimentação entre os pontos de produção e de consumo. Segundo a Wikipédia e a Mais Polímeros: Commodity ou, em português, comódite, corresponde a produtos de qualidadeContinuar lendo “Superciclo de comódites e os desafios da logística no Brasil (2)”

Superciclo de comódites e os desafios da logística no Brasil (1)

A Fundação FHC realizou interessante debate com foco em comódites e logística no Brasil. A profusão de elementos trazidos pelos convidados recomenda tratar o assunto por partes. Segundo a Wikipédia e a Mais Polímeros: Commodity ou, em português, comódite, corresponde a produtos de qualidade e características uniformes, que não são diferenciados de acordo com quemContinuar lendo “Superciclo de comódites e os desafios da logística no Brasil (1)”

Jacinto, o Sansão do Porto de Santos

Santos e seu Porto foram feitos por pessoas. Se já contamos a história de Guilherme Guinle, engenheiro filho do concessionário original e descobridor do petróleo no Brasil, agora é a vez de Amanda e Ilana Bastos, do paulistano Café Helena, lembrarem dos tempos em que o café era carregado sobre os ombros dos operários portuários.Continuar lendo “Jacinto, o Sansão do Porto de Santos”

Cuidados com as cargas perigosas

A explosão de carga mal armazenada de nitrato de amônio em Beirute, Líbano, vitimou mais de cinco mil pessoas, ao menos 137 de modo fatal, e comoveu o mundo. Foi o quinto acidente do tipo na história, produto da carga de um navio que lá estacionou há seis anos, deixando a carga de 2.750 toneladasContinuar lendo “Cuidados com as cargas perigosas”

Portuários: trabalhadores essenciais

Quando assistimos a “Cidadãos Globais”, vimos as imagens das arenas esportivas, fechadas, dos EUA com letreiros luminosos de agradecimento aos trabalhadores essenciais que ocupam a linha de frente no combate à pandemia global. No Brasil, merecem o nosso apreço os agentes de saúde, segurança e logística de alimentos e remédios. Mas não só eles. OsContinuar lendo “Portuários: trabalhadores essenciais”