Felizes 2021 a 2030

Longe de ter sido uma década perdida, como afirmam os economistas! O mero fato de a termos completado com saúde e família mais numerosa já seria o bastante para ficarmos no lucro. Mas nem por isso nossa vida nacional não poderia ter sido melhor aproveitada. Foram dez anos em que a nossa produção interna brutaContinuar lendo “Felizes 2021 a 2030”

Um presente à humanidade: erradicação da pobreza

Se um pedido me coubesse fazer a Papai Noel, suprir cada ser humano dos meios materiais necessários ao seu pleno desenvolvimento – erradicar a pobreza – é o que estaria escrito na minha cartinha. Enquanto houver 700 milhões de pessoas – 10% dos nossos – sem comida suficiente, não pode o bom velhinho descansar. AContinuar lendo “Um presente à humanidade: erradicação da pobreza”

Carta ao Brasil

Neil deGrasse Tyson, Estados Unidos da América Caro Brasil, Das minhas muitas viagens à América do Sul, nunca tive a oportunidade de visitar você. A maioria delas teve como destino a cordilheira dos Andes, com o objetivo de observar o magnífico céu do hemisfério sul através de telescópios de alta tecnologia de um consórcio internacional.Continuar lendo “Carta ao Brasil”

O Universo Paralelo da Agenda Econômica Brasileira (Poder 360, 06/11/2020)

Publicado originalmente em José Luis Oreiro:
José Luis Oreiro* Vitor Dotta** A pandemia de Covid-19 está sendo causando sérios impactos no Brasil e no mundo. Medidas de distanciamento social no país acrescidas da segunda onda do vírus na Europa, que está forçando novos confinamentos, demonstram que mesmo com uma vacinação em massa durante o ano…

A China e seus 50 anos em 5

Publicado originalmente em Blog do Renato:
Por Elias Jabbour e Luiz Gonzaga Belluzzo. O professor Yu Yongding observou, recentemente nas páginas eletrônicas do Project Syndicate (“Decoding China’s ‘Dual Circulation’ strategy”, 29/09/2020), que a “política de dissociação e sanções do governo Trump deixou a China sem escolhas a não ser dobar a ligação do crescimento econômico…

Teto de gastos prejudica o desenvolvimento e não rebaixa juros nem inflação

O grupo Além das Urnas, criado em 2018 para acompanhar o desempenhos dos titulares de Poder delas advindos, trouxe o Professor de Economia da UNB José Luis Oreiro e o também economista Gabriel Galípolo, hoje presidente do Banco Fator, para discutir as políticas monetária e fiscal do Brasil de hoje. A conclusão que intitula esteContinuar lendo “Teto de gastos prejudica o desenvolvimento e não rebaixa juros nem inflação”

Centrais Sindicais lançam a Campanha #600peloBrasil

São Paulo, 17 de setembro de 2020 ABAIXO-ASSINADO: Pela manutenção do auxílio emergencial de 600 reais até dezembro  CUT, Força, UGT, CTB, CSB, NCST, CGTB, Intersindical, CSP-Conlutas, Intersindical e Pública iniciam conjuntamente, nesta quinta-feira (17/09), mobilização nacional para que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, coloque em votação a Medida Provisória 1000, publicada pelo governo federalContinuar lendo “Centrais Sindicais lançam a Campanha #600peloBrasil”

Em defesa da vida, da democracia e do emprego

As fundações partidárias são organismos destinados a estudar o Brasil e formular teoria e prática de políticas públicas para que os partidos a que são vinculadas possam intervir na consecução dos seus propósitos políticos. Quando sete delas – Maurício Grabois; Claudio Campos; Perseu Abramo; João Mangabeira; Leonel Brizola e Alberto Pasqualini; Lauro Campos e MarielleContinuar lendo “Em defesa da vida, da democracia e do emprego”

A indústria do Brasil

Os trabalhadores, entre eles os metalúrgicos, têm especial preocupação com os destinos da indústria no Brasil. A FITMETAL trouxe 7 de agosto vários especialistas para debater os rumos da atividade econômica que mais agrega valor na transformação da natureza e se imiscui positivamente na agropecuária e nos serviços. Marcelino da Rocha, presidente da Federação, registrouContinuar lendo “A indústria do Brasil”

O conforto das pessoas é o signo do desenvolvimento

O Centro Celso Furtado tem conduzido debates comemorativos do centenário de nascimento do economista. A marcha a ré que o Brasil engatou nos últimos sete anos exige revisitar a teoria furtadiana para entender e agir na superação do subdesenvolvimento brasileiro. Os convidados de quarta-feira esclareceram que Celso Furtado foi, antes de tudo, um otimista emContinuar lendo “O conforto das pessoas é o signo do desenvolvimento”