PCdoB: o Brasil quer vacina, emprego e desenvolvimento; o partido chama à Frente Ampla contra Bolsonaro e em defesa da vida

FRENTE AMPLA CONTRA BOLSONARO E EM DEFESA DA VIDA “No quadro internacional as crises do mundo do trabalho; da disputa geopolítica; e da economia; somadas à segunda onda da pandemia, se aprofundam e adiam as expectativas de uma retomada mesmo parcial de crescimento econômico dos países capitalistas. A derrota de Trump e a posse deContinuar lendo “PCdoB: o Brasil quer vacina, emprego e desenvolvimento; o partido chama à Frente Ampla contra Bolsonaro e em defesa da vida”

TV Democracia: a unidade dos diferentes pelo futuro do Brasil

A Tertúlia de Fábio Pannunzio trouxe hoje à TV Democracia o Deputado Federal Orlando Silva (PCdoB/SP), logo após a entrevista com o poeta Kakay. O foco da conversa foi o papel da Frente Ampla em defesa da democracia. O compromisso com o país exige colocar projetos de Nação antes de nomes à presidência, afirmou Orlando.Continuar lendo “TV Democracia: a unidade dos diferentes pelo futuro do Brasil”

O esgotamento da pós-democracia neoliberal

Em sua coluna semanal Trabalho Além da Barbárie, no Justificando, Vladimir Paes de Castro inspira-se na Velha Roupa Colorida de Belchior para trazer suas reflexões acerca dos novos tempos que se anunciam. “Você não sente nem vê Mas eu não posso deixar de dizer, meu amigo Que uma nova mudança em breve vai acontecer” OsContinuar lendo “O esgotamento da pós-democracia neoliberal”

A “esquerda” que o capital quer e a frente ampla que o Brasil precisa

A Fundação FHC trouxe o filósofo Pablo Ortellado e a matemática Tatiana Roque, ela primeira suplente da bancada federal fluminense do PSOL, para conversar* sobre o avanço conservador que se extremou com a eleição de Jair Bolsonaro e os desafios do chamado campo de esquerda no momento atual da politica brasileira. Ortellado observou que oContinuar lendo “A “esquerda” que o capital quer e a frente ampla que o Brasil precisa”

Charles Chaplin e o Presidente do Brasil

Quando a sensibilidade do artista nos agracia com a essência da figura presidencial, acreditamos não termos exagerado quando lhe fizemos – ao presidente – um paralelo de seus gestos e atos com a ascensão do nazismo na Alemanha de outrora. Por isso, reveste-se de atualidade o discurso de Charles Chaplin no filma “O Grande Ditador”:Continuar lendo “Charles Chaplin e o Presidente do Brasil”

Salvar vidas e a economia, aponta Direitos Já!

De liberais a comunistas, Direitos Já! Fórum pela Democracia, coordenado pelo sociólogo Fernando Guimarães e que congrega representantes de 17 partidos políticos, reuniu dez expoentes da nacionalidade para estabelecer uma agenda econômica mínima capaz de, ao mesmo tempo, salvar vidas e reativar a economia brasileira. Concluem os redatores: O Brasil não precisa inventar a roda: tem capacidadeContinuar lendo “Salvar vidas e a economia, aponta Direitos Já!”

Nem corrupção, nem milícia

O, nesse caso, insuspeito Valor Econômico tabulou respostas de 600 brasileiros que, há dez dias, disseram que votariam em Bolsonaro se eleições estivessem ocorrendo no dia da pesquisa. A maioria declarou que está mais rica do que já esteve no passado Muito do que se sente ao ver imagens na imprensa foi confirmado. Querem maisContinuar lendo “Nem corrupção, nem milícia”

Sobre a ascensão do nazismo e a frente ampla

Recebemos um artigo de Osvaldo Coggiola, escrito neste século, a deduzir da mais recente fonte citada na bibliografia. Ele aborda a ascensão do nazismo considerando os papeis que acredita terem tido Hitler, Trotsky e Stalin, de modo que trataremos o texto de 14 páginas nesta introdução e em três capítulos suplementares. Como veremos em detalheContinuar lendo “Sobre a ascensão do nazismo e a frente ampla”

Feique Níus

Ontem o Presidente da República isolou-se um pouco mais. Não socialmente, como lhe cabe dar o exemplo a uma sociedade que chora mortes capazes de lotar um estádio de futebol, mas no plano político. Não se trata, principalmente, da localização, pela polícia, de um de seus mais próximos colaboradores, embora essa “perda” também deva serContinuar lendo “Feique Níus”

Quão ampla pode e precisa ser a frente democrática

No domingo tivermos o prazer e a honra de rever o emérito professor fluminense Luiz Pinguelli Rosa moderar o debate sobre a necessidade de união nacional pela democracia. O leque de convidados contemplou não só o Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, como também um ministro do Supremo Tribunal Federal e um Governador deContinuar lendo “Quão ampla pode e precisa ser a frente democrática”