O universo visto por Horácio

Leio de um tiro as histórias de Horácio Sendacz não por obrigação fraternal, mas porque aliam diversão com um ambiente ficcional possível, mesmo que pouco provável de ter acontecido ou vir a acontecer exatamente da forma que retratados pelo autor. É uma ótima dica para todas as estações, tem também as versões, para alguns dosContinuar lendo “O universo visto por Horácio”

O Patriarca do Brasil

Entre “os filhos na história” de “uma ilha encantada” descritos no Hino da Cidade de Santos destaca-se José Bonifácio de Andrada e Silva, fundador do Estado de São Paulo e Patriarca da Independência, passos decisivos na materialização do sonho de fazermos deste imenso país uma grande Nação. A importância da sua obra para o BrasilContinuar lendo “O Patriarca do Brasil”

100 anos de saneamento

O engenheiro Saturnino de Brito foi recentemente declarado patrono da Engenharia Sanitária no Brasil, por sua obra nas primeiras décadas do século passado. O reconhecimento nacional partiu de proposta do ex-deputado santista João Paulo Papa. O saneamento de Santos foi empreita de destaque, com um sistema de canais de drenagem que funciona até hoje. EmContinuar lendo “100 anos de saneamento”

Tecnologia e desenvolvimento

A agência de desenvolvimento paulista – Desenvolve São Paulo – publicou recentemente um mapa econômico e social das 16 regiões administrativas do Estado. Segundo a empresa, “o objetivo foi identificar as potencialidades, oportunidades e desafios relacionados ao desenvolvimento das 16 Regiões Administrativas do Estado de São Paulo”. Avaliando o quadro geral, o estudo revela: “umContinuar lendo “Tecnologia e desenvolvimento”

Nunca diga que esta é a sua última caminhada

69º Aniversário do Levante do Gueto de Varsóvia A presença dos judeus na Polônia é tão antiga quanto a própria existência daquele Estado europeu, estabelecido em 966 com a conversão ao catolicismo e assunção como monarca do nobre Miesko I, que deu origem à dinastia dos Piast. Acredita-se que os primeiros habitantes de origem judaicaContinuar lendo “Nunca diga que esta é a sua última caminhada”

João Goulart em Santos

Santos, a ilha encantada que nos enfeitiça com tantos filhos na história, iniciou a primavera de 2019 em júbilo. Após 55 anos de espera, a cidade entregou, postumamente, o título de cidadão à João Belchior Marques Goulart, ex-Presidente do Brasil. A condecoração, originalmente proposta pelo operário portuário e vereador pelo PTB José Gonçalves, tornou-se LeiContinuar lendo “João Goulart em Santos”

Evaldo Stanislau, o bom doutor

Sempre que lemos estatísticas de óbito por determinada doença, é prova inequívoca de que não fomos liquidados por ela ou outras moléstias fatais. O que, obviamente, não significa que não estejamos doentes, infectados ou sujeitos a microscópicos agressores no futuro. Resgato essa história após conhecer o médico santista Evaldo Stanislau, professor doutor – também noContinuar lendo “Evaldo Stanislau, o bom doutor”

A riqueza mora em frente à praia

Vamos acompanhar alguns números petroleiros da Bacia de Santos: dos 2,2 bilhões de reais de royalties previstos para São Paulo, 850 milhões cabem aos cofres estaduais. A diferença é dividida entre as cidades litorâneas, com mais de 1 bilhão, e uma cota reservada ao interior, R$ 350 milhões para quase 600 municípios. Pois bem: oContinuar lendo “A riqueza mora em frente à praia”

A responsabilidade social

O universo normativo brasileiro estabelece uma hierarquia entre as leis. A chamada responsabilidade fiscal é objeto de Lei Complementar, inferior ao comando constitucional do Artigo 6º, definidor dos direitos sociais: educação, saúde, alimentação, trabalho, moradia, transporte, lazer, segurança, previdência social, proteção à maternidade e à infância e assistência aos desamparados. Dessa forma, não pode oContinuar lendo “A responsabilidade social”

Desenvolvimento equilibrado, um novo conceito

Seria preciso penetrar na inescrutável intenção do constituinte para entender precisamente a definição de desenvolvimento equilibrado do país, cuja promoção foi por ele atribuída como uma das funções essenciais do sistema financeiro nacional. Ainda que o equilíbrio das forças produtivas pareça incompatível com o modo de relacionamento econômico observável no capitalismo, é mandatório para oContinuar lendo “Desenvolvimento equilibrado, um novo conceito”