A SUBSTITUIÇÃO DA DÍVIDA PÚBLICA POR INSTRUMENTOS DE CAPITAL

Fiz as anotações abaixo há dois anos. De lá para cá, caiu o custo médio da dívida (a 8,7%) mas aumentou o estoque de títulos (a R$ 4,25 trilhões). Resultado: os juros pagos continuam os mesmos, extraindo da economia o máximo de ovos, até o limite de tolerância da galinha. O resto é preocupação atualContinuar lendo “A SUBSTITUIÇÃO DA DÍVIDA PÚBLICA POR INSTRUMENTOS DE CAPITAL”