Menos desigualdade, mais Brasil

Há dois anos os Auditores Fiscais federais e estaduais afirmavam que é possível fazer justiça fiscal no Brasil. E mostravam como: Reforma Tributária Solidária. Um intenso estudo e debate concluído em 2018, com a participação de autoridades tributárias de diversos países, que nos trouxeram suas experiências, a progressividade dos impostos parecer ser a chave daContinuar lendo “Menos desigualdade, mais Brasil”

Economia de Francisco

O Papa Francisco convida-nos a “estudar e praticar uma economia diferente, que faz viver e não mata, inclui e não exclui”. O dilema que a Economia de Francisco, como é chamado o encontro de Março de 2020 em Assis, se propõe a resolver é uma inversão da realidade atual: transformar a economia que se serveContinuar lendo “Economia de Francisco”

Banco Central do século 21

Quando em 5 de outubro de 1988 Ulysses Guimarães promulgava no Congresso Nacional a Constituição da República Federativa do Brasil, o sistema financeiro nacional ganhava sua missão cidadã. Das Instituições Financeiras autorizadas a funcionar no país esperavam os constituintes, em nome de todos os brasileiros, que promovessem o desenvolvimento equilibrado do país e servissem aosContinuar lendo “Banco Central do século 21”

Rockefeller e os remédios petroquímicos

Chegou-nos à leitura o interessante história contada por Clailson Kalev sobre a substituição da medicina natural pela medicamentosa. Como a reprodução do Bunker da Cultura não reflete plenamente o português falado no Brasil, permitimo-nos adaptar a íntegra aqui. O texto fala da monopolização da saúde pela família Rockefeller, donos do petróleo, da petroquímica e, comoContinuar lendo “Rockefeller e os remédios petroquímicos”

COMO OS ROCKEFELLERS ELIMINARAM A MEDICINA NATURAL PARA CRIAR A MODERNA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA Nestes dias, as pessoas te veem como um bicho raro se você falar sobre as propriedades curativas das plantas ou de qualquer outra prática holística. Como em todo o resto, há muita política e dinheiro por trás do sistema médico moderno. AContinuar lendo

Fim da República?

O Excelentíssimo Senhor Deputado Federal Luiz Philippe de Orléans e Bragança declarou que Jair Bolsonaro talvez seja o último Presidente da República Federativa do Brasil. Já o Chefe de Estado retribuiu com loas de preferência pelo “Príncipe” em vez “desse Mourão aí”. As práticas pouco republicanas do ocupante nº 38 da cadeira inaugurada em 1889Continuar lendo “Fim da República?”

Qual é a verdadeira despesa primária?

Os manuais de contabilidade pública no Brasil são peremptórios quanto à definição de despesa primária. Na capital paulista, por exemplo, temos: “Também conhecida como despesa não-financeira, corresponde ao conjunto de gastos que possibilita a oferta de serviços públicos à sociedade, deduzidas às despesas financeiras.” Muitos acadêmicos afirmam que essa é a despesa primeira, própria doContinuar lendo “Qual é a verdadeira despesa primária?”

Sanguessugas

Enquanto a operação Greenfield encontra-se em marcha lenta, em razão do foro privilegiado de um dos investigados, o Ministro da Economia Paulo Guedes reclama à imprensa de possível mobilização dos servidores públicos por reajuste salarial. O gráfico ao lado é ilustrativo das perdas salariais dos servidores especializados da União. Quando se fala em médicos, professoresContinuar lendo “Sanguessugas”

Alexander Hamilton

Contam que as centenárias notas de dólares dos EUA retratam presidentes mortos. Ainda que todos os personagens façam parte da história do país, nem todos foram presidentes. Além do icônico Benjamin Franklin, encontramos entre os “pais fundadores” Alexander Hamilton, na nota de dez. Hamilton ocupou posições de destaque nos governos do país, notabilizando-se por estabelecerContinuar lendo “Alexander Hamilton”

Eu fico com a pureza da resposta das crianças

Ainda nos anos 70, líamos em uma revista soviética, publicada em português, que havia uma classe privilegiada na URSS: as crianças! Nelas depositamos os nossos melhores cuidados e saberes, para que construam uma amanhã ainda melhor do que o hoje que vivemos. Esses valores que nos são tão naturais quanto universais, no entanto, parecem serContinuar lendo “Eu fico com a pureza da resposta das crianças”