Caminhos da independência

A história do Brasil também se escreve nas ruas de Santos

Dentre os “tantos filhos na história” da “ilha encantada” do Hino da Cidade de Santos, já destacamos o maior deles, José Bonifácio, o fundador do Brasil. Relembramos a saneadora obra do engenheiro fluminense Saturnino de Brito, que em vinte anos fez um sistema de canais e esgotos que secou o chão da cidade e com isso encerrou um tempo em que as epidemias pareciam vencer a vida. Apresentamos a excepcional figura do Dr. Evaldo Stanislau, médico da cidade praiana que em toda a região cuida dos doentes do fígado, sendo consultor nacional e da Organização Mundial de Saúde em questões da hepatite-C, cujo fim como problema de saúde se advisa.

Hoje é dia de resgatar dois brasileiros que, independentemente de nascidos ou não em Santos, são também filhos, como eu, desta “terra adorada e benquista”. Suas contribuições às indústrias extrativa mineral e de transformação ajudaram o Brasil da República Velha dar um salto em direção ao seu destino de “grande entre as Nações”.

Guilherme Guinle

Nascido no Rio de Janeiro em 1882, ainda garoto seu pai Eduardo Pallasin Guinle tornou-se o primeiro concessionário do Porto de Santos, com sua Companhia das Docas. Formado engenheiro civil na sua cidade natal, começou carreira eletrificando a Bahia, fundando também o Banco Boavista e construindo hospitais assistenciais, antes de vir a ajudar o pai na obra daquele que se tornaria o maior porto do Atlântico sul.

Em 1918 assumiu a presidência das Docas santistas até a crise global de 1929, que afetou as exportações cafeeiras e liberou-o para a obra que o consagrou na História do Brasil: a descoberta do petróleo em Lobato, litoral baiano, que deu origem à Petrobrás (mais em A riqueza mora em frente a praia), e a liderança do Plano Siderúrgico Nacional, cujos resultados foram as estatais Companhia Siderúrgica Nacional e Companhia Vale do Rio Doce, esta após a nacionalização da Itabira Iron de Percival Farqhuar.

O canal Discovery History documentou a sua trajetória, ao lado do próprio Farqhuar e de Matarazzo e Martinelli, na série Gigantes do Brasil.

Roberto Simonsen

O engenheiro pela Escola Politécnica de São Paulo e economista fundador da Escola de Sociologia e Política, onde lecionava, nasceu em Santos, meses antes da Proclamação da Independência, em 1889. Inicialmente corretor de café, sua obra mais significativa foi a organização da indústria de transformação em São Paulo e no Brasil, inclusive sua adaptação ao esforço de mobilização econômica, no esforço de guerra do início dos anos 1940.

Não obstante sua posição conservadora quanto ao governo federal em 1932, trabalhou pela substituição das importações e fabricação por nossa própria indústria tanto diretamente na atividade empresarial, iniciada com a Companhia Construtora de Santos, como nos mandatos legislativos de 1933 (deputado constituinte) e no pós-guerra, como Senador; ocupou também funções nacionais de Estado, a convite de Getúlio Vargas, e presidiu o Centro dos Construtores e Industriais de Santos, o Instituto de Engenharia paulista, o Centro e a Federação das Indústrias de São Paulo e a Confederação Nacional da Indústria.

Já membro da Academia Brasileira de Letras, legou ao país o enfrentamento à política ultraliberal, monetarista e submissa a interesses externos ao país de Eugênio Gudin, nos planos prático e teórico, ao apresentar a relevância da planificação estatal econômica para um desenvolvimento independente do Brasil.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central, do Instituto Cultural Israelita Brasileiro e membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. De São Paulo, mora em Santos.

4 comentários em “Caminhos da independência

  1. Amigo Iso, belo trabalho de pesquisa.
    Apenas um pequeno reparo quando é mencionado Guilherme de Brito, quando o correto seria Saturnino de Brito (Francisco Saturnino Rodrigues de Britto).
    Abraços

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: