O Patriarca do Brasil

Entre “os filhos na história” de “uma ilha encantada” descritos no Hino da Cidade de Santos destaca-se José Bonifácio de Andrada e Silva, fundador do Estado de São Paulo e Patriarca da Independência, passos decisivos na materialização do sonho de fazermos deste imenso país uma grande Nação.

José Bonifácio

A importância da sua obra para o Brasil moderno originou um Instituto com o seu nome, liderado pelo ex-presidente da UNE e da Câmara dos Deputados, também Ministro de Estado por duas vezes, Aldo Rebelo. De lá, trazemos a sua biografia, da excelente pena do jornalista Sérgio Buarque de Gusmão.

Logo na síntese de José Boniácio, o estadista que fundou o Brasil, vem destacado:

“Arquiteto da Independência e da estruturação do Estado nacional brasileiro, Bonifácio segue como um exemplo para o Brasil moderno”.

Pantheon dos Andradas em Santos
(foto de Mike Peel)

A cidade também registrou a contribuição ao Brasil independente, com a construção de um Pantheon projetado em 1923 por Roberto Simonsen, o engenheiro que viria a fundar a Fiesp e indicar o caminho da industrialização nacional na era Vargas. Lá repousam as cinzas do Patriarca e seus irmão, sob os painéis alusivos à construção de uma Pátria livre.

O templo cívico ocupa a antiga portaria do Convento do Carmo, localizada na Praça Barão do Rio Branco nº 16 – anexo, Centro Histórico, e pode ser visitado gratuitamente, segundo a Prefeitura de Santos, de terça a domingo das 11 às 17 horas.

O templo cívico ocupa a antiga portaria do Convento do Carmo, localizada na Praça Barão do Rio Branco nº 16 – anexo, Centro Histórico, e pode ser visitado gratuitamente, segundo a Prefeitura de Santos, de terça a domingo das 11 às 17 horas.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central e do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

5 comentários em “O Patriarca do Brasil

  1. Recebemos no dia 22.12 importantes contribuições do douto professor e engenheiro LUIZ FELIPE PROOST DE SOUZA, que aqui registramos ao conhecimento de todos os leitores, com adequações no texto, originalmente enviado como mensagem pessoal:

    – O livro ” Projetos para o Brasil” é manifesto de José Bonifácio na primeira constituinte do pais de 1823.
    – A ele os nova-iorquinos ergueram estátua ao lado da biblioteca pública do parque Brian.
    – A escola de engenharia Mackenzie tem a idealização do Patriarca, também professor minerologia em Moscou, na academia czarista. Em sua época, seu tratado de mineralogia era adotado por todas as universidades do mundo.
    – Bonifácio, muito respeitado em NY e Londres, era correspondente e escrevia, entre outros, para o NY Times e o Herolds de Londres. Era politico, diplomata, sociólogo, jornalista, escritor, filósofo, mineralogista (descobriu minérios novos em sua expedições cientificas em território europeu).
    – Ele propôs a abolição da escravatura e integração dos índios na sociedade brasileira. Era ambientalista e achava que o Brasil não deveria se separar de Portugal e sim se fundir em uma única nação.
    – Jamais teve um titulo nobiliárquico. Para a sua época foi um grande socialista e democrata e morreu excomungado pela Igreja por acabar com os privilégios dos clérigos e nobres, inclusive confiscou suas propriedades.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: