O Patriarca do Brasil

Entre “os filhos na história” de “uma ilha encantada” descritos no Hino da Cidade de Santos destaca-se José Bonifácio de Andrada e Silva, fundador do Estado de São Paulo e Patriarca da Independência, passos decisivos na materialização do sonho de fazermos deste imenso país uma grande Nação.

José Bonifácio

A importância da sua obra para o Brasil moderno originou um Instituto com o seu nome, liderado pelo ex-presidente da UNE e da Câmara dos Deputados, também Ministro de Estado por duas vezes, Aldo Rebelo. De lá, trazemos a sua biografia, da excelente pena do jornalista Sérgio Buarque de Gusmão.

Logo na síntese de José Boniácio, o estadista que fundou o Brasil, vem destacado:

“Arquiteto da Independência e da estruturação do Estado nacional brasileiro, Bonifácio segue como um exemplo para o Brasil moderno”.

Pantheon dos Andradas em Santos
(foto de Mike Peel)

A cidade também registrou a contribuição ao Brasil independente, com a construção de um Pantheon projetado em 1923 por Roberto Simonsen, o engenheiro que viria a fundar a Fiesp e indicar o caminho da industrialização nacional na era Vargas. Lá repousam as cinzas do Patriarca e seus irmão, sob os painéis alusivos à construção de uma Pátria livre.

O templo cívico ocupa a antiga portaria do Convento do Carmo, localizada na Praça Barão do Rio Branco nº 16 – anexo, Centro Histórico, e pode ser visitado gratuitamente, segundo a Prefeitura de Santos, de terça a domingo das 11 às 17 horas.

O templo cívico ocupa a antiga portaria do Convento do Carmo, localizada na Praça Barão do Rio Branco nº 16 – anexo, Centro Histórico, e pode ser visitado gratuitamente, segundo a Prefeitura de Santos, de terça a domingo das 11 às 17 horas.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central, do Instituto Cultural Israelita Brasileiro e membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. De São Paulo, mora em Santos.

3 comentários em “O Patriarca do Brasil

  1. Recebemos no dia 22.12 importantes contribuições do douto professor e engenheiro LUIZ FELIPE PROOST DE SOUZA, que aqui registramos ao conhecimento de todos os leitores, com adequações no texto, originalmente enviado como mensagem pessoal:

    – O livro ” Projetos para o Brasil” é manifesto de José Bonifácio na primeira constituinte do pais de 1823.
    – A ele os nova-iorquinos ergueram estátua ao lado da biblioteca pública do parque Brian.
    – A escola de engenharia Mackenzie tem a idealização do Patriarca, também professor minerologia em Moscou, na academia czarista. Em sua época, seu tratado de mineralogia era adotado por todas as universidades do mundo.
    – Bonifácio, muito respeitado em NY e Londres, era correspondente e escrevia, entre outros, para o NY Times e o Herolds de Londres. Era politico, diplomata, sociólogo, jornalista, escritor, filósofo, mineralogista (descobriu minérios novos em sua expedições cientificas em território europeu).
    – Ele propôs a abolição da escravatura e integração dos índios na sociedade brasileira. Era ambientalista e achava que o Brasil não deveria se separar de Portugal e sim se fundir em uma única nação.
    – Jamais teve um titulo nobiliárquico. Para a sua época foi um grande socialista e democrata e morreu excomungado pela Igreja por acabar com os privilégios dos clérigos e nobres, inclusive confiscou suas propriedades.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: