Indústria, desenvolvimento e trabalho

Os sete anos de regresso econômico do Brasil – segundo os economistas, foram três anos de recessão, três de estagnação e este de depressão – ficam evidentes quando o assunto é indústria. Os gráficos quadrigêmeos dos indicadores da Confederação Nacional da Indústria (edição relativa a junho de 2020) assim dizem:

De 2014 a 2016 a renda retrocedeu a níveis de dez anos antes e a ocupação caiu ainda mais, mantendo-se estagnados os indicadores até o ano passado. Este ano, sob os efeitos da pandemia, a nova quebra foi mais forte.

Como ensinou Celso Furtado, sem indústria não há superação do subdesenvolvimento brasileiro e há muito trabalho a ser feito, no sentido de revitalizar o setor mais importante da nossa atividade econômica.

Mas nos chama a atenção que nem todos os gráficos da CNI caminham juntos:

Mesmo com a economia em queda, a produtividade da indústria no Brasil cresceu nos últimos anos cerca de 10%, tendência observada desde o início do século. O mesmo não aconteceu com a renda média do operário. Quem absorveu a diferença?

No momento em que a crise se aprofundou, a Usiminas anunciou massiva demissão na ex-estatal Cosipa, em Cubatão, para na sequência resolver retomar a produção que iria descontinuar. A volta dos que saíram ou outros que lhes ocupem lugar certamente fará com que os salários caminhem ainda mais para baixo.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central e do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Um comentário em “Indústria, desenvolvimento e trabalho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: