Quadrinhos – parte VI

Henrique de Souza Filho, o Henfil, não viveu uns poucos meses a mais para ver enterrada sob a Constituição cidadã de 5.10.1988 a Ditadura que em vida galharda e bem-humoradamente combateu.

Não lhe faltavam personagens para criticar o arbítrio e a falta de liberdade, nem as desigualdades sociais e regionais do Brasil dos anos 1960 a 1980.

Duas das mais amplas frentes democráticas e populares já construídas no Brasil contaram com a contribuição da sua pena.

Quem entre os seus contemporâneo não foi embora ler o seu hoje cinquentenário Pasquim, quando ela fingia que não te via?

Lá estava muito da obra do criador do Fradim e da Graúna.

Aos amigos, tudo; aos inimigos, a Justiça

Nestes tempos em que não só a vida mas também as liberdades democráticas e a ciência estão sob ameaça, relembramos e agradecemos a Henfil por quem foi.

Continua

To be continued… A continuación…

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central e do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

7 comentários em “Quadrinhos – parte VI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: