Quadrinhos – parte VI

Henrique de Souza Filho, o Henfil, não viveu uns poucos meses a mais para ver enterrada sob a Constituição cidadã de 5.10.1988 a Ditadura que em vida galharda e bem-humoradamente combateu.

Não lhe faltavam personagens para criticar o arbítrio e a falta de liberdade, nem as desigualdades sociais e regionais do Brasil dos anos 1960 a 1980.

Duas das mais amplas frentes democráticas e populares já construídas no Brasil contaram com a contribuição da sua pena.

Quem entre os seus contemporâneo não foi embora ler o seu hoje cinquentenário Pasquim, quando ela fingia que não te via?

Lá estava muito da obra do criador do Fradim e da Graúna.

Aos amigos, tudo; aos inimigos, a Justiça

Nestes tempos em que não só a vida mas também as liberdades democráticas e a ciência estão sob ameaça, relembramos e agradecemos a Henfil por quem foi.

Continua

To be continued… A continuación…

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

7 comentários em “Quadrinhos – parte VI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: