Dias de Maio

A Polônia que viu nascer meus ancestrais também tem o seu feriadão: são os Dias de Maio!

1.5.2017

Início da primavera no hemisfério norte, a exemplo da maioria dos países do planeta também é feriado no primeiro dia do mês, quando se homenageia o trabalho.

Aos que, como eu, não dominam o idioma local, os dizeres são: “vamos restaurar o trabalho decente”.

Muito antes da greve de Chicago de 1886 que inspirou o Dia do Trabalho, em 1791 surgia aos olhos do mundo a primeira Constituição moderna, promulgada em um 3 de Maio pelo parlamento – a Sejm de Quatro Anos.

A Constituição de 3 de maio (pintura de Jan Matejko, 1891)

Entre os muitos avanços, estabelecia a unidade nacional sob os Guardiães das Leis – o Rei e cinco dos seus ministros -, a monarquia coletiva e a tolerância religiosa, ainda que fixado o catolicismo como religião oficial.

As reações dos países vizinhos, em especial da czarina russa, culminaram com vida breve da Carta Magna polonesa, dando início aos dois anos de vigência à segunda partição da Polônia, até a independência de 1918, alcançada também em um Três de Maio.

Cidade Livre de Danzigue, 1920-39

Quando da derrocada do invasor nazista em 1945, a maior parte do território polonês já havia sido libertada. Mas foi às vésperas da vitória aliada de Nove de Maio que o último – e também o mais antigo – dos campos de concentração teve atividade encerrada, contabilizando 65 mil poloneses católicos, judeus e ciganos mortos.

Campo de concentração de Stutthof, 1939-5.1925

Na sexta-feira já havíamos publicado obra de José Aron Sendacz alusiva ao Primeiro de Maio. Ele nasceu em Varsóvia logo após o início da República em 1918 e veio ao Brasil, com seus pais, em 1930.

Ao lado, capa da primeira constituição polonesa.

Com informações e imagens principalmente da Wikipédia.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central e do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: