Conclusão do Relatório de Desenvolvimento Mundial 2022

O professor Fernando Nogueira da Costa já havia abordado o relatório do Banco Mundial explicando que a retração econômica atingiu escala global, mas não afetou igualmente todos os países: foi menos severa e duradoura nos países em que os Estados agiram mais prontamente em defesa da nação.
No caso brasileiro, a insegurança alimentar atingiu proporções inesperadas em um país com as terras férteis e a produção agropecuária que tem o Brasil e a carestia aponta para o segundo ano seguido de descumprimento, para pior, da meta de inflação. A desigualdade diminui – pasmem – porque a renda dos mais ricos caiu mais aceleradamente que a dos mais pobres!
Nesta segunda parte, que aponta a “recuperação equitativa” como imperativo da ação pública e privada e considera a sustentabilidade dos investimentos como quesito impostergável, fica mais claro o porquê de tratar das finanças como desafio globalmente importante para os países.
Uma luz vem de o equilíbrio fiscal merecer ser alcançado com a tributação sobre fortunas e altas rendas.

Introdução do Relatório

Blog Cidadania & Cultura

O aumento da dívida pública durante a crise da Covid-19 destaca a necessidade de estratégias capazes de facilitar a gestão eficaz da dívida, sua negociação e o acesso aos mercados de capitais no longo prazo.

Três amplas iniciativas se destacam:

  1. maior transparência da dívida;
  2. inovações contratuais; e
  3. reformas administrativa e tributária.

Uma gestão eficaz e voltada para o futuro exige a divulgação abrangente das demandas possíveis de afetarem o governo e os termos completos dos contratos da dívida. Eventos recentes destacaram o problema das dívidas “ocultas” ou não reveladas e a possibilidade de questionamentos legais sobre a falta de autoridade do governo e de entidades quase governamentais para celebrar contratos de dívida.

A transparência sobre os valores devidos e sobre os próprios contratos não garante uma reestruturação acelerada, mas certamente prepara o terreno para um reconhecimento mais rápido dos problemas de sustentabilidade da dívida. Melhora, assim, a vigilância e oferece…

Ver o post original 988 mais palavras

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, conselheiro da Casa do Povo, EngD, CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Um comentário em “Conclusão do Relatório de Desenvolvimento Mundial 2022

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: