Vou de túnel

São 40 mil os transeuntes diários entre as ilhas de São Vicente e Santo Amaro, a caminho do trabalho, de casa, do comércio ou da praia, hoje servindo-se das balsas e barcos do maior sistema do planeta do tipo. De forma mais lenta, cara e menos segura que a travessia seca, antigo desejo e necessidadeContinuar lendo “Vou de túnel”