A cultura contra a barbárie

Quando em 2005 era editado Um Homem do Mundo, prefaciamos a obra de José Aron Sendacz como abaixo. Sendo no Brasil o Dia dos Pais, republicamos em homenagem a todos aqueles que se dedicam a seus filhos serem melhores que si próprios. Nós, os mais jovens, a quem o Brasil agraciou o português como línguaContinuar lendo “A cultura contra a barbárie”