BNDES e Fundos de Infraestrutura

O projeto-piloto do BNDES para investimentos em infraestrutura aqui descrito parece estar em linha com os propósitos do banco de desenvolvimento que, como integrante do sistema financeiro nacional, deve promover o desenvolvimento equilibrado do país e servir aos interesses da coletividade.
No entanto, algumas questões de interesse nacional merecem estudo mais aprofundado.
O primeiro aspecto refere-se à quantidade de projetos, que pode atingir a cinco na primeira chamada e dobrar de número nos próximos anos. Parece bastante reduzido ante às necessidades dos quase seis mil municípios da Federação brasileira e os muitos acidentes hídricos que têm sacrificado vidas.
Outro ponto refere-se à prioridade de financiamento a e compra de empresas genuinamente nacional, tanto no projeto e execução como na aquisição de insumos e equipamentos. A posição minoritária do BNDES talvez não assegure essa fonte de desenvolvimento ao país.
Por fim, a relevância monetária: R$ 2,5 bilhões destinados este ano à infraestrutura equivale a apenas 0,5% da despesa anual com juros da União.
Tema digno de estudo aprofundado, para da iniciativa extrair o máximo em favor do desenvolvimento econômico e social do Brasil.

Blog Cidadania & Cultura

Taís Hirata (valor, 17/01/22) informa: o BNDES deverá investir até R$ 2,5 bilhões em fundos de infraestrutura, que serão selecionados por meio de um processo competitivo. Nesta segunda-feira (17), o banco de fomento abre uma chamada pública para escolher até cinco fundos. Serão alocados, no máximo, R$ 500 milhões em cada um deles. A expectativa é alavancar ao menos R$ 5 bilhões adicionais, do setor privado, por meio da iniciativa.

Os gestores interessados em receber os recursos terão que enviar suas propostas até 4 de março. A escolha será feita pela equipe da instituição, que irá avaliar a tese de investimento do fundo, sua governança, os custos, além da gestora e da equipe envolvida. A seleção deverá ser concluída no primeiro semestre deste ano.

Trata-se de um novo mecanismo de investimento do banco que está sendo testado. “O objetivo do BNDES é aumentar seus instrumentos de atuação em infraestrutura. Já…

Ver o post original 636 mais palavras

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: