Renda Nacional Disponível Bruta das Famílias (RNDBF) e Consumo de Poupança Prévia

As explicações de Fernando da Costa Nogueira para o novo instrumento preparado pelo Banco Central indicam que a finalidade da peça é macroeconômica. Não é preciso mais que andar pelas ruas das grandes cidades para ver que a enorme massa de desalentados, subocupados e mesmo boa porção dos empregados não aumentou a sua poupança durante a pandemia, é sabido que a renda se concentrou por diversos mecanismos, durante a crise sanitária.
A migração da poupança para o consumo, mesmo no cenário mais otimista do estudo apresentado, não parece capaz de saciar as mais básicas necessidades daqueles que ganham uma fração do 1% mais rico no Brasil.
E a carestia tende a constranger o consumo, em quantidade, mesmo dos que têm reserva para queimar.

Blog Cidadania & Cultura

Em termos reais o gráfico ilustra bem a Era Socialdesenvolvimentista (2003-2014) face à volta da Velha Matriz Neoliberal (2016-2022)

Uma estimativa mensal da Renda Nacional Disponível Bruta das Famílias (RNDBF), desenvolvida pelo Banco Central, substituirá a estimativa da Massa Salarial Ampliada Disponível (MSAD), uma medida de renda considerando, além da massa de rendimentos do trabalho, outros rendimentos recebidos pela população, como benefícios previdenciários e de proteção social e rendimentos financeiros. 

A MSAD subestima a renda das famílias tanto por escopo – algumas parcelas da renda não estão contempladas na MSAD – quanto porque a metodologia de cálculo faz a adição algébrica dos valores nominais das proxies mensais e algumas dessas proxies subestimam os respectivos componentes da renda.  

O rendimento misto bruto equivale ao rendimento obtido pelos empregadores e pelos trabalhadores por conta própria. São parcelas de renda não possíveis de ser especificadas exclusivamente como rendimento do trabalho…

Ver o post original 1.198 mais palavras

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, conselheiro da Casa do Povo, EngD, CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Um comentário em “Renda Nacional Disponível Bruta das Famílias (RNDBF) e Consumo de Poupança Prévia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: