O assalto ao Estado e a reforma administrativa

Nenhum dos 513 Deputados Federais pode alegar desconhecimento dos malefícios da Reforma Administrativa após a audiência pública protagonizada por Maria Lúcia Fatorelli, titular da Auditoria Cidadã da Dívida, cuja íntegra abaixo se dispõe.

O projeto de desmonte do serviço público como o conhecemos trará um Estado que não comanda o desenvolvimento nacional nem presta os cuidados constitucionais a quem deles precisar.

Diga não à Reforma Administrativa

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Um comentário em “O assalto ao Estado e a reforma administrativa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: