Vamos juntos pelo Brasil

Mais de 4 mil lideranças partidárias, sindicais, sociais, religiosas e intelectuais lotaram o Anhembi, ao lado de Chefes e ex-Chefes do Executivo, parlamentares e internautas para o lançamento, no último dia 7 de Maio, do Vamos Juntos pelo Brasil.

O que vimos transmitido ao vivo nas redes sociais foi “uma coisa formidável”, como afirmou o ex-governador paulista Geraldo Alckmin, “a união para derrotar a ignorância e a mentira”. O pré-candidato a vice de Lula comprometeu-se com o “propósito de fazer do Brasil um país socialmente mais justo, economicamente mais forte, ambientalmente mais responsável e internacionalmente mais respeitado”, diante da avaliação de que o país “sobrevive hoje ao mais desastroso e cruel governo da sua história. Perdulário nas despesas públicas, hipócrita no combate à corrupção, patrocinador de conflitos temerários e querelas inúteis, despreparado na condução da economia, ineficiente administrativamente e socialmente injusto e irresponsável”.

O ex-presidente concordou com o ex-governador: “Tudo o que fizemos e o povo brasileiro conquistou está sendo destruído pelo atual governo. O Brasil voltou ao Mapa da Fome da ONU, de onde havíamos saído em 2014, pela primeira vez na história. É terrível, mas não vamos desistir, nem eu nem o nosso povo. Quem tem uma causa jamais pode desistir da luta”,

Lula afirmou a defesa da soberania inscrita na Constituição cidadã:

“É mais do que urgente restaurar a soberania do Brasil. Mas defender a soberania não se resume à importantíssima missão de resguardar nossas fronteiras terrestres e marítimas e nosso espaço aéreo”, disse.

“É também defender nossas riquezas minerais, nossas florestas, nossos rios, nossos mares, nossa biodiversidade. E é, antes de tudo, garantir a soberania do povo brasileiro e os direitos de uma democracia plena. É defender o direito à alimentação de qualidade, o bom emprego, o salário justo, os direitos trabalhistas, o acesso à saúde e à educação.”

Lula lembrou a recorrente entrega do patrimônio do povo brasileiro e a destruição das políticas públicas que “mudaram a vida de milhões de brasileiros, e que eram admiradas e adotadas pelo mundo afora”, para concluir que soberania “é, antes de tudo, garantir a soberania do povo brasileiro e os direitos de uma democracia plena”.

20 milhões de empregos com proteção trabalhista, educação, saúde, energia, financiamento público do desenvolvimento nacional, tudo o que foi feito e precisa ser ainda melhor, foi lembrado no importante pronunciamento do pré-candidato. Por uma frente que já é ampla, mas que pode e precisa crescer ainda mais, unindo a Nação para assegurar a democracia, romper com a dependência e desenvolver social e economicamente o Brasil.

Assim

Vamos juntos pelo Brasil

Mais Brasil

A íntegra dos discursos e a cobertura completa você confere na Hora do Povo.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: