Sérgio Rubens: a vida dedicada ao Brasil, à humanidade e à revolução

Sergio Rubens de Araújo Torres, do Brasil para sempre!

Carlos Lopes, na Hora do Povo

Sérgio Rubens de Araújo Torres faleceu na noite do último domingo (05/12).

Será difícil, em nossa história – ou na história de qualquer outro país do mundo –, encontrar um homem e um revolucionário com tantas qualidades.

Sérgio fez parte daqueles jovens que, após o golpe de Estado de 1964, resistiram à ditadura no movimento estudantil, organizando as mobilizações que colocaram a ditadura em xeque, no ano de 1968.

Como secundarista, ele fora já uma liderança destacada no Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro. Nesta época, ele despontava, também, como cineasta – teve dois curtas-metragens premiados no Festival JB, então o evento mais importante do cinema amador no Brasil. É de se destacar a sua concepção de cinema, já nesse início, como uma arte ligada ao povo – e a serviço do povo.

Por toda a vida, Sérgio manteria sua ligação com a cultura nacional e popular, sobretudo na arte cinematográfica.

Entretanto, a ditadura colocou para Sérgio, e sua geração, a alternativa: se submeter ou resistir.

Sérgio optou por resistir ao enxovalho do nosso país e à opressão do nosso povo. (+746 palavras, na Hora do Povo)

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, conselheiro da Casa do Povo, CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Um comentário em “Sérgio Rubens: a vida dedicada ao Brasil, à humanidade e à revolução

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: