RBA: autonomia do BC e orçamento municipal em tempos de pandemia

Estivemos 17 de Novembro mais uma vez na Rádio Brasil Litoral para colaborar com o debate da Manhã Litoral, junto com Pascoal Vaz e sua Economia sem Complicação e os competentes radialistas Tania Maria e Rodrigo Bertolino.

O papel do sistema financeiro nacional é definido na Constituição Federal. Dele se espera “promover o desenvolvimento equilibrado do País e a servir aos interesses da coletividade”. Para isso, seu organizador, o Banco Central do Brasil, precisa atentar, além do controle de preços e a preservação da poupança popular, para o crescimento econômico e pleno emprego, como fazem EUA e China, por exemplo. A autonomia ora discutida no Congresso Nacional precisa determinar esse avanço na missão da autarquia.

No plano municipal, o orçamento ora em elaboração nos municípios precisa prever, além de empregos e mais empregos para milhões de cidadãos, um atendimento social mais contundente neste tempo pandêmico em que se teme uma segunda onda.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Um comentário em “RBA: autonomia do BC e orçamento municipal em tempos de pandemia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: