A independência incompleta do Brasil e suas lutas

Tem duzentos anos que a liberdade do Brasil em relação à metrópole deu início à materialização do sonho de Tiradentes: transformar esse imenso país em uma grande Nação.
Se muitos avanços foram produzidos nesta quadra da história, faltam ainda passos para completar o processo revolucionário.
É para ficar a Pátria livre que reservamos este singular 7 de Setembro à republicação da avaliação de Renato Rabelo sobre as tarefas que ainda precisam ser executadas.
Conheça também o documento apresentado e saiba sobre o novo projeto nacional de desenvolvimento para o Brasil, ao qual urge medidas emergenciais para estancar a sangria do país e abrir cancha ao fortalecimento da Nação.

Blog do Renato

A Fundação Maurício Grabois fez o lançamento do documento “Bicentenário: Completar a obra da Independência do Brasil”.

A Fundação Maurício Grabois fez o lançamento do documento “Bicentenário: Completar a obra da Independência do Brasil”, assinado pela Comissão Política Nacional do PCdoB. O evento foi transmitido ao vivo pelas redes sociais da organização, na qual participaram a presidenta nacional do partido, Luciana Santos, o presidente da Fundação Maurício Grabois, Renato Rabelo, além do cientista político Luís Fernandes e do economista Nilson Araújo de Souza.

O secretário nacional de Formação e Propaganda do PCdoB, Adalberto Monteiro, explicou que o evento celebra em perspectiva o bicentenário de lutas do povo brasileiro pela independência plena do Brasil.

Luciana Santos disse que o bicentenário é celebração da nacionalidade, patriotismo e do compromisso de lutarmos pela construção cotidiana do país. “O grande homenageado nesta data é o povo brasileiro, grande artífice das lutas para forjar uma…

Ver o post original 1.882 mais palavras

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, conselheiro da Casa do Povo, EngD, CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: