Desfazendo os preconceitos sobre os servidores públicos

A queixa recebida pelo professor de Economia da UNB não é nova nas redes sociais, e parece encontrar especial eco entre aqueles que, sem declinar motivo, defendem a intocabilidade da remuneração financeira ante o cumprimento dos deveres constitucionais do Estado, seja junto à população, seja para com os servidores que atendem a sociedade, com vista à universalização dos serviços.
Ano passado, com a colaboração de Daro Piffer trouxemos um comparativo da renda do trabalho, por setor, com base em dados da Receita Federal de 2018.
Já na recente Economia de uma Nota Só tecemos algumas considerações que julgamos pertinentes, agora enriquecidas por Oreiro que, de resto, desmistifica respeitosamente ao cidadão as falácias que reproduziu. Como compete aos verdadeiros barnabés.

José Luis Oreiro

Recebi de um leitor do meu blog o seguinte comentário

“Vergonhosa e antidemocraticas a situação privilegiada dos barnabés em relação aos cidadãos sem vínculo com o estado.
No Brasil há dois tipos de cidadãos: os de primeira categoria, os barnabés; os de segunda categoria, os sem vínculo com o estado. Os segundo sustentam os primeiros e esses gozam dos salários mais altos do que a média de mercado e de aposentadorias integrais…”

Segue abaixo a minha resposta:

Fábio,

Você reproduz os preconceitos da mídia e dos analistas do mercado financeiro contra os servidores públicos. Vamos aos fatos:

(i) A Presidente Dilma Rousseff regulamentou a reforma da previdência dos funcionários (civis) da União feita pelo governo Lula em novembro de 2003, no ano de 2003. A partir dessa data, os novos funcionários civis da União se aposentam pelo teto do INSS.
(ii) Os funcionários civis da União que tem direito…

Ver o post original 378 mais palavras

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, conselheiro da Casa do Povo, CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Um comentário em “Desfazendo os preconceitos sobre os servidores públicos

  1. Parabéns ao LEITOR !!!!!! É pura verdade !!!!

    “Vergonhosa e antidemocraticas a situação privilegiada dos barnabés em relação aos cidadãos sem vínculo com o estado.
    No Brasil há dois tipos de cidadãos: os de primeira categoria, os barnabés; os de segunda categoria, os sem vínculo com o estado. Os segundo sustentam os primeiros e esses gozam dos salários mais altos do que a média de mercado e de aposentadorias integrais…”

    PAULO MARCOS

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: