Efeito Lambrusco: Itália hoje = Brasil amanhã

O Brasil, como a Itália, vive severa crise sanitária e econômica. Se o efeito Lambrusco se fez sentir na Lavajato como sucessora da Mãos Limpas italiana, o mesmo não se pode dizer do enfrentamento estatal da presente situação, deixando cá ressacas que lá se quer evitar.
Na Bota, “a expectativa é que um governo comandado por Draghi introduza reformas destinadas a elevar a produtividade, melhorar os serviços públicos, simplificar o sistema judiciário e combater a corrupção”. Já no Brasil, o pacote legislativo governamental aponta para a redução do Estado, dos direitos sociais, do mercado interno e consequente crescimento da dependência externa.
O professor conclui que “caso o presidente de cá fosse um pouco inteligente como o de lá, mas não é, ele rifaria o Guedes …”

Blog Cidadania & Cultura

O chamado Efeito Orloff — “Eu sou você amanhã” — alertava o consumidor sobre a importância de escolher certo a sua bebida e evitar a ressaca do dia seguinte. O slogan pegou e foi apropriado pelo jornalismo político em forma de um conceito: “efeito Orloff”. Ele se tornou corrente para fazer prognósticos e traçar analogias entre o Brasil e a Argentina: hiperinflação, escândalos de corrupção, a flutuação do dólar, planos econômicos tipo tentativas-e-erros.

É necessário atualizar o prognóstico para Efeito Lambrusco! O “centrão” (e o “emedebismo”) já transformou o Congresso Nacional em um regime semiparlamentarista desde o golpe contra o presidencialismo em abril de 2016. A Operação Lava-Jato terminou tal como a Operação Mãos-Limpas, inspiradora da feita aqui para aprisionar o candidato mais popular antes da eleição de 2018. Propiciou a eleição do populismo de direita, lá como cá!

Para ver nossa decadência, econômica, política e…

Ver o post original 841 mais palavras

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: