Glória eterna aos heróis que tombaram

Bielski – Partizans desconhecidos

19 de Abril de 1943 os poloneses confinados ao Gueto de Varsóvia insurgiram-se contra o ocupante nazista da Polônia de então. As armas materiais não eram tantas, nem tão eficazes como as do bem alimentado exército alemão. Mas o moral daqueles que não se submeteram à barbárie era por demais elevado.

Ainda sob a dor do genocídio, José Aron Sendacz (abaixo, em missão oficial brasileira à Varsóvia, Polônia, em 1954) escreveu em poema sua homenagem aos heróis que tombaram:

Gloria ao jovem do Gueto de Varsóvia!

Pelas ruas de Varsóvia marchavam gigantes,

Machados nas mãos, contra tanques,

Bombas feitas em porões ocultos,

Granadas pagas por vidas humanas,

Pelas ruas de Varsóvia marchavam gigantes!

Monumento aos heróis

Lembrar. Lembrar para que não se repita.

Glória eterna aos heróis que tombaram foi escrita por José Aron Sendacz em 1947 em idishe e publicado em Um homem do mundo, com tradução de Hugueta Sendacz.

A Casa do Povo comemorará em programação suspensa no ar hoje, 19 de Abril, às 18 horas. Acompanhe pela internet.

Reproduzido na Hora do Povo.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central e do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Um comentário em “Glória eterna aos heróis que tombaram

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: