O BRASIL É MAIOR DO QUE AQUELES QUE LHE PRETENDEM ESPOLIAR E SUBMETER!

Carta à Nação – Engenharia pela Democracia

No momento mais difícil e triste por que passa o nosso país, o movimento, reunido hoje, 16 de março de 2022, em Assembleia Geral, renova e aprofunda seu compromisso com a construção e reconstrução do Brasil, com a Democracia e com a imprescindível tarefa de unir a Nação para derrotar e afastar o atual governo federal e seu projeto de destruição.

Assistimos a incúria, o negacionismo e a insensibilidade do governo federal frente à pandemia provocarem a morte de mais de 650 mil brasileiros, parte perfeitamente evitável como avaliam os melhores epidemiologistas. 

 Vemos dezenas de milhões de brasileiras e brasileiros submetidos ao desemprego e à fome em níveis jamais vistos. A população está desassistida em meio a uma crise econômica e à precarização absoluta de suas condições de trabalho e moradia, em que cidades e empresas são arruinadas e famílias são despejadas para a mendicância em nossas cidades e no campo. 

 Uma a uma, são desmanteladas as políticas públicas de apoio anteriormente conquistadas para os mais vulneráveis, a infância, os idosos, a juventude, a defesa das mulheres e da população negra. Os povos originários e quilombolas padecem continuamente, vergados por ações que conspiram em favor de seu extermínio. 

 Há uma política deliberada de destruição da Amazônia, de outros biomas e do meio ambiente, patrimônio da presente e e das futuras gerações. 

 A ciência e a pesquisa são atacadas sistematicamente. O processo de desindustrialização aprofunda-se ao passo que se evidencia a promoção da regressão do Brasil a uma condição de mero exportador de “commodities”.

Somos profissionais de Engenharia, Arquitetura, Geociências e outros campos de conhecimento correlatos que interagem ou atuam na engenharia. Não fazemos distinção de etnia, credo religioso, gênero, orientação afetiva ou convicção política.

 Os princípios que nos norteiam são: a Democracia nas suas dimensões social, cultural, econômica, política e ambiental; a Educação em Engenharia e Soberania nacionais; e o Desenvolvimento socioambientalmente responsável. 

 Acreditamos no papel do Estado Democrático como indutor e promotor do desenvolvimento socioambiental justo e próspero que, aliado aos que verdadeiramente produzem e trabalham para construir nossa Nação, pode garantir a distribuição de riqueza capaz de atender às necessidades e  à felicidade de toda a população brasileira.

 Neste ano do bicentenário da nossa Independência o povo brasileiro irá recuperar a condução do seu destino e retomar o caminho democrático pleno e soberano. Conclamamos a todos aqueles que militam nas áreas das engenharias para somarem-se ao movimento Engenharia pela Democracia e participar do primeiro Fórum EngD. Nele debateremos ideias e propostas, construiremos convergências e consensos, para entregar a nossa contribuição ao processo de recuperação e de aprofundamento da redemocratização do Brasil e de resgate da Engenharia e da Soberania Nacional.

Nos somamos à voz da Nação para, neste ano, dar um basta a esse descalabro!

Viva a Democracia! Viva a engenharia nacional! 

Viva a união do povo brasileiro! 

Fora Bolsonaro!

NÓS SOMOS EngD – ENGENHARIA PELA DEMOCRACIA

Conheça também o manifesto fundador da EngD.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: