PCdoB comemora 100 anos com Festival Vermelho

Dias 25 e 26 de Março, em Niterói (RJ)

Para celebrar seus 100 anos de existência e luta, o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) realizará, em parceria com a Fundação Maurício Grabois, o “Festival Vermelho – Floresce a Esperança”.

O evento terá entrada gratuita e a programação reunirá uma maratona de atividades culturais, formativas e políticas como shows, debates, seminário, lançamento de livros, exposição, feira, gastronomia, mostra de cinema, convidados e participantes de todo o país, além de representações internacionais.

Todo o Festival acontece no Caminho Niemeyer, um conjunto de equipamentos culturais projetados pelo comunista Oscar Niemeyer ao longo da orla de Niterói. As atividades, para todos os públicos, acontecem presencialmente, mas também contam com participações on-line, atividades em formato híbrido e transmissões ao vivo.

Cem anos de história

No dia 25 de março de 1922, nove pessoas se reuniram, de forma clandestina, em uma casa na rua Visconde do Rio Branco, na cidade de Niterói, para fundar um movimento que transformaria para sempre a história política do Brasil.

Com um pequeno grupo de trabalhadores, entre barbeiros, eletricistas, sapateiros, alfaiates, e que contava também com o jornalista e intelectual Astrojildo Pereira, nascia a Seção Brasileira da Internacional Comunista, o Partido Comunista do Brasil, que logo se espalharia por todo o território brasileiro em um movimento de massas.

Foi o primeiro partido nacional do país, em uma época em que a política se organizava apenas regionalmente, com o poder do coronelismo, dos mandos e desmandos das elites rurais e urbanas. Um marco para a transformação do ambiente de opiniões e disputas daquele período, que ecoa até hoje no cenário político e social.

Reunindo diversas gerações da militância e também o público em geral, o festival é um convite a pensar novos futuros para o Brasil e o planeta, em um momento de grandes desafios e contradições do sistema político, econômico e social vigente. (+407 palavras, PCdoB)

Um encontro de muitas cores e muitos sonhos, para fazer florescer as nossas muitas esperanças.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: