Isolamento social: práticas diferentes em Araraquara e Bauru, resultados também diferentes

Gráficos da BBC

com informações da Hora do Povo

Uma das cidades parou totalmente, quando a variante de Manaus colocava a sua população em risco. Na outra, a postura negacionista da prefeita e a atitude de milicianos mantiveram tudo circulando: gente, mercadorias e vírus.

Os efeitos sobre a vida, como era de se esperar, estão refletidos nos gráficos ao lado. Mui resumidamente, o número de mortos por cem mil habitantes em Bauru é de duas vezes e meia o de Araraquara.

As decisões tomadas pela prefeitura da cidade de Araraquara, no interior de São Paulo, para deter o avanço da pandemia de Covid-19, mostraram-se bastante eficazes, conforme dados divulgados pelas autoridades locais. “Houve uma queda importante no número de casos, de internações e de óbitos por Covid-19 após a decretação por cinco dias de todas as atividades não essenciais”, afirmou o presidente do PCdoB municipal, e membro da direção nacional do partido, Mauro Bianco, em entrevista ao HP.

“Após o fechamento das atividades não essenciais por cinco dias, a ocupação de leitos e UTIs caiu para abaixo dos 50%. A média de casos diários passou de quase 140 no fim de fevereiro para pouco mais de 60 em meados de março”, informou o dirigente do PCdoB de Araraquara.

“Mesmo as entidades empresariais mais resistentes calaram-se, a maioria de suas diretorias apoiou as novas medidas”. Ele chamou a atenção para o fato de que todas as entidades populares e a maioria absoluta da Câmara de Vereadores apoiou. “A cidade ficou deserta. E foi uma derrota profunda para a banda, ou bando, negacionista local, que, inconformado mesmo com as medidas anteriores, vinham procurando causar tumultos e conflitos para propagandear as ideias genocidas de Bolsonaro”, observou Bianco.

O comércio aberto, em qualquer cidade, não está resolvendo a crise econômica, pois as pessoas estão sem dinheiro, sem emprego, sem crédito. E a quantidade de casos de Covid19 diagnosticados por dia em Bauru é quase o triplo do que é visto em Araraquara. 180 em Bauru, com 379 mil habitantes, contra 60 em Araraquara com 238 mil. No número de mortos, a proporção é a mesma. (+979 palavras, Hora do Povo)

Com ciência, é possível vencer o microscópico e letal inimigo.

#VacinaJá #Auxílio600

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: