Alencar Furtado: quando o “talvez” foi uma denúncia

Alencar Furtado completou sua vida em 11.1,2021, após 95 anos de aguerrido combate contra o arbítrio e pela Democracia. Um Brasileiro na história, uma homenagem e o agradecimento pelo exemplo de luta para nós que seguimos.

Blog do Renato

Cearense, que fez carreira política no Paraná, Alencar Furtado merece o reconhecimento do papel combativo que teve por toda sua vida, lutando contra o arbítrio e pela liberdade.

Por Haroldo Lima

As lutas libertárias são integradas e robustecidas por gestos intrépidos e fatos marcantes. Delas fazem parte uma música que arrebatou corações, um grupo que se declarou inconciliável com a tirania, uma frente de luta que descortinou um horizonte novo, ou um discurso metafórico que desnudou tragédias e estremeceu a Nação.

Na época da ditadura, setores resistentes ao regime de força vibravam com esses gestos de alcance histórico. Os que viviam e lutavam na clandestinidade entusiasmavam-se.

Quando Geraldo Vandré lançou no Festival Internacional da Canção, em 1968, no Maracanãzinho, o seu “Caminhando e cantando…”, a explosão de empatia com a música foi imediata, nem Vandré conseguiu moderar a empolgação da multidão pela descoberta do Hino que unificaria a resistência dali…

Ver o post original 559 mais palavras

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: