Santos bonita, bem cuidada e agradável de se viver

Da proposta do Movimento 65 por Uma só Santos

Reduzir desigualdades com moradia e saneamento para todos os santistas

Cada família santista precisa de uma moradia segura, limpa e acessível. Parte substancial do esforço pela conquista e manutenção é individual, mas a Prefeitura muito pode fazer para ajudar a todos terem um lugar para chamar de lar.

É preciso chegar a uma solução justa para áreas de ocupação irregular e, principalmente, construir muitos imóveis com qualidade adequada e preços acessíveis a todas as rendas. A isso somam-se as melhorias no espaço público e o acesso dos serviços públicos à porta das residências.

Parte substancial do território santista integra reserva ambiental serra acima. Mas o município todo merece um cuidado que o torne plenamente saudável e agradável para se viver.

Não só a praia, mas toda a orla da Ilha Encantada e seu litoral continental merecem um espaço preparado para a convivência, o esporte, a cultura e o lazer dos santistas, banhado por águas limpas, produto de um esgoto bem tratado. Os resíduos coletados na urbe, minimizados por boas práticas dos construtores, produtores e moradores, merecem tratamento econômico gerador de renda e energia.

Apesar de avançado em relação às metas estabelecidas no novo Marco Regulatório, o saneamento ambiental santista ainda tem lacunas a suprir: completar a rede de coleta de esgoto e instalar tratamento biodigestor com vista ao reuso da água ou previamente ao seu descarte no oceano, por exemplo.

Toda uma agenda sustentável precisa ser plenamente adotada, com prevenção de acidentes e desastres e formação de consciência ecológica desde os primeiros anos de vida sobre o uso da nossa casa comum.

Todo santista precisa chegar rápida e confortavelmente a qualquer lugar do município e ter bom acesso aos vizinhos da região metropolitana. Para isso é preciso ampliar a malhar de transporte público e privado, encurtar caminhos e tempo de deslocamento e baratear o custo da mobilidade urbana.

Mobilidade multmodal

Quem é jovem, quem estuda e quem tem 60 anos ou mais não deve pagar para usar o transporte público. E as redes cicloviária e pedestre precisam ser melhoradas, inclusive com acesso mecanizado aos morros, para que cada vez menos se dependa do automóvel no traslado urbano.

A integração conurbana depende das três esferas de Poder e cabe à Prefeitura realizar parte do trabalho e articular com o Estado e a União projetos mais amplos: ligar a Zona Noroeste ao Centro e à orla; completar o VLT e estender o projeto à área continental; e criar o transporte público aquaviário.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central e do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Um comentário em “Santos bonita, bem cuidada e agradável de se viver

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: