Santos bonita, bem cuidada e agradável de se viver

Da proposta do Movimento 65 por Uma só Santos

Reduzir desigualdades com moradia e saneamento para todos os santistas

Cada família santista precisa de uma moradia segura, limpa e acessível. Parte substancial do esforço pela conquista e manutenção é individual, mas a Prefeitura muito pode fazer para ajudar a todos terem um lugar para chamar de lar.

É preciso chegar a uma solução justa para áreas de ocupação irregular e, principalmente, construir muitos imóveis com qualidade adequada e preços acessíveis a todas as rendas. A isso somam-se as melhorias no espaço público e o acesso dos serviços públicos à porta das residências.

Parte substancial do território santista integra reserva ambiental serra acima. Mas o município todo merece um cuidado que o torne plenamente saudável e agradável para se viver.

Não só a praia, mas toda a orla da Ilha Encantada e seu litoral continental merecem um espaço preparado para a convivência, o esporte, a cultura e o lazer dos santistas, banhado por águas limpas, produto de um esgoto bem tratado. Os resíduos coletados na urbe, minimizados por boas práticas dos construtores, produtores e moradores, merecem tratamento econômico gerador de renda e energia.

Apesar de avançado em relação às metas estabelecidas no novo Marco Regulatório, o saneamento ambiental santista ainda tem lacunas a suprir: completar a rede de coleta de esgoto e instalar tratamento biodigestor com vista ao reuso da água ou previamente ao seu descarte no oceano, por exemplo.

Toda uma agenda sustentável precisa ser plenamente adotada, com prevenção de acidentes e desastres e formação de consciência ecológica desde os primeiros anos de vida sobre o uso da nossa casa comum.

Todo santista precisa chegar rápida e confortavelmente a qualquer lugar do município e ter bom acesso aos vizinhos da região metropolitana. Para isso é preciso ampliar a malhar de transporte público e privado, encurtar caminhos e tempo de deslocamento e baratear o custo da mobilidade urbana.

Mobilidade multmodal

Quem é jovem, quem estuda e quem tem 60 anos ou mais não deve pagar para usar o transporte público. E as redes cicloviária e pedestre precisam ser melhoradas, inclusive com acesso mecanizado aos morros, para que cada vez menos se dependa do automóvel no traslado urbano.

A integração conurbana depende das três esferas de Poder e cabe à Prefeitura realizar parte do trabalho e articular com o Estado e a União projetos mais amplos: ligar a Zona Noroeste ao Centro e à orla; completar o VLT e estender o projeto à área continental; e criar o transporte público aquaviário.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central e do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Um comentário em “Santos bonita, bem cuidada e agradável de se viver

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: