Se há uma “classe” a ser privilegiada, são as crianças

Ainda jovem, li uma declaração de um líder soviético de então que havia privilegiados na URSS: eram as crianças. Sempre que a vida se renova, nasce uma nova esperança.

O Fundo de Desenvolvimento e Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) foi aprovado por larga maioria em substitutivo ao projeto do governo. Isso significa que os recursos destinados ao financiamento da educação das novas gerações, que o governo queria zero o ano que vem, vão crescer dos atuais 10% para 23% em seis anos.

De 513 representantes do povo, 499 votaram sim no primeiro turno e, horas depois, o resultado foi confirmado em segundo turno. Se confirmada pelo Senado, 17 milhões de novos alunos serão beneficiados pelos recursos públicos à sua educação.

“Nós podemos dizer, hoje, que se inicia aqui a grande vitória da educação no Brasil, que irá colocar na Constituição o Fundeb, um fundo que financia mais de 60% da educação brasileira que vai da creche ao ensino médio”, afirmou ao Vermelho a líder do PCdoB na Câmara, deputada Perpétua Almeida (AC), durante a discussão da matéria.

Contava sempre uma história oriental o ex-governador paulista Mario Covas: no Japão, todos se curvavam ao imperador, menos o professor. A ele, era o imperador que se curvava.

A igualdade de oportunidades que cada jovem brasileiro merece ter caminha para ganhar foro constitucional, daqueles que não dependem da renda familiar nem da vontade política, ou falta dela, do governante de turno.

#todospelaeducação; #aprovafundebjá

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central e do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

2 comentários em “Se há uma “classe” a ser privilegiada, são as crianças

  1. O FUNDEB é extremamente importante pela sua função social, sobretudo se for devidamente investido na EDUCAÇÃO. O estranho é a colocação na CONSTITUIÇÃO FEDERAL ! Em tese, a CONSTITUIÇÃO FEDERAL deveria ser reservada para a ESTRUTURA BÁSICA do ESTADO e não pare ser de armário ou sarcófago de temas que necessitam de gestão.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: