O Brasil está sem rumo? O caos como agenda econômica

Conheci Ergon Cugler esta semana, um aficionado estudante de Gestão Pública na USP. Apresentando um artigo seu, espero ilustrar-lhes o fim de semana com um pouco do saber e dedicação dele aos estudos da nossa sociedade.

Blog do Ergon

Às margens de 2020, muito se questiona quanto as transformações no cotidiano que o governo de Jair Bolsonaro trouxe no primeiro ano de mandato. Ocorre que, em meio à agenda de omissão do Estado, seus deslizes soam, muitas vezes, como cortinas de fumaça para a implementação de sua agenda econômica. No entanto, com holofotes nas polêmicas quase que diárias, a agenda do governo Bolsonaro segue alinhada aos interesses do neoliberalismo internacional.

Diante ainda da duvidosa habilidade para tamanha coordenação em meio à crise no bolsonarismo, qual seria então o grau de consciência do governo Bolsonaro? Qual o papel da polarização para a existência do bolsonarismo? Qual a relação entre a pauta de costumes com sua agenda econômica? Por fim, o Brasil está sem rumo?

Um governo de nicho

Em abril, denunciei a ideologia mascaradado bolsonarismo em meio à extinção de quase 40 conselhos de participação da sociedade…

Ver o post original 1.317 mais palavras

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central e do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

2 comentários em “O Brasil está sem rumo? O caos como agenda econômica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: