O Brasil está sem rumo? O caos como agenda econômica

Conheci Ergon Cugler esta semana, um aficionado estudante de Gestão Pública na USP. Apresentando um artigo seu, espero ilustrar-lhes o fim de semana com um pouco do saber e dedicação dele aos estudos da nossa sociedade.

Blog do Ergon

Às margens de 2020, muito se questiona quanto as transformações no cotidiano que o governo de Jair Bolsonaro trouxe no primeiro ano de mandato. Ocorre que, em meio à agenda de omissão do Estado, seus deslizes soam, muitas vezes, como cortinas de fumaça para a implementação de sua agenda econômica. No entanto, com holofotes nas polêmicas quase que diárias, a agenda do governo Bolsonaro segue alinhada aos interesses do neoliberalismo internacional.

Diante ainda da duvidosa habilidade para tamanha coordenação em meio à crise no bolsonarismo, qual seria então o grau de consciência do governo Bolsonaro? Qual o papel da polarização para a existência do bolsonarismo? Qual a relação entre a pauta de costumes com sua agenda econômica? Por fim, o Brasil está sem rumo?

Um governo de nicho

Em abril, denunciei a ideologia mascaradado bolsonarismo em meio à extinção de quase 40 conselhos de participação da sociedade…

Ver o post original 1.317 mais palavras

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central e do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Um comentário em “O Brasil está sem rumo? O caos como agenda econômica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: