Lições de um ex-presidiário

Ser detido pelas autoridades nem sempre significa o cometimento de crimes contra a população. Um dos casos mais ilustrativos da história talvez seja o de Mohandas Gandhi, o Mahatma, prócer da independência hindú em relação ao imperialismo inglês. De acordo com a História do Mundo:

O ativismo de Gandhi na África do Sul

Foram as situações de preconceito experimentadas por Gandhi na África do Sul que o transformaram em um grande ativista na defesa dos indianos. Os indianos sofriam com as ações discriminatórias tanto das autoridades coloniais como da população local de origem europeia. Uma situação marcante para Gandhi aconteceu durante uma viagem de trem que fazia rumo à cidade de Pretória, em 1893.

Durante essa viagem, Gandhi foi solicitado a se retirar da primeira classe – local pelo qual ele havia pago para estar – porque um passageiro branco havia se incomodado com a sua presença. A rejeição de Gandhi em acatar o pedido de se retirar para a terceira classe – local destinado para os negros – fez com que ele fosse expulso da locomotiva.

Outras situações, como decreto de leis discriminatórias contra a população indiana na África do Sul, convenceram Gandhi da necessidade de lutar pela defesa dos direitos dos indianos naquela região. Com o passar do tempo, Gandhi transformou-se em uma liderança para a comunidade de indianos do local e, durante sua militância, nasceu o Satyagraha, o seu conceito de protesto não violento.

Gandhi na luta pela independência da Índia

Na Índia, Gandhi tornou conhecido internamente o Satyagraha, princípio pelo qual defendia o protesto de maneira não violenta a partir de demonstrações de resistência e de desobediência civil. A intenção de Gandhi com essas ações era fazer aquele que cometeu a injustiça perceber o dano que estava causando e arrepender-se. Foi por causa de seu papel na independência da Índia que Gandhi recebeu a alcunha de “mahatma” (grande alma).

Das décadas de 1920 a 1940, Gandhi incentivou ações de desobediência civil para incentivar a população a se levantar contra os dominadores e enfraquecer o domínio colonial na Índia. A atuação de Gandhi no ativismo pela independência fez com que ele fosse preso pelas autoridades britânicas diversas vezes.” (+427 palavras, História do Mundo)

Falamos da Independência da Índia em artigo próprio. Um feito inspirador para o Brasil submisso aos novos centros do imperialismo, que pode optar nas urnas por um caminho oposto ao que tem trilhado nos últimos anos.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, conselheiro da Casa do Povo, EngD, CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

5 comentários em “Lições de um ex-presidiário

  1. Comandante,

    Bom dia!

    Recomendo que em sua ESTÓRIA ….. a comparação seja mais forte ….. adote JESUS CRISTO … afinal ele também foi preso.

    Outro ponto importante … é que ao ser CRUZIFICADO … foi cercado por 2 MELIANTES (LADRÕES), um deles foi perdoado.

    Porém … para a história ser real e aplicável aos nossos dias …. nosso “grande líder meliante” seria o que NÃO SE CONVERTEU !

    PAULO MARCOS

    Curtir

      1. Caro COMANDANTE,

        Precisamos ajustar os PERSONAGENS …. pois os 2 ainda não foram presos.

        Sds,

        PAULO MARCOS

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: