O preço dos combustíveis

Muitas imagens têm circulado na internet sobre a evolução dos preços da gasolina, do etanol e do diesel, merecedoras de algumas considerações.

Desconsideremos, por um instante, as promessas eleitoreiras do atual mandatário da República e partamos dos preços praticados em Julho de 2019, seis meses após a sua posse no Planalto (quadro abaixo).

As metas de inflação são determinadas pelo próprio governo, no Conselho Monetário Nacional. Assim, é de se considerar que o aumento médio esperado de preços para os três anos decorridos até junho de 2022 é de 7,3%.

Por evidente, quando o governo começou não se anteviam os efeitos econômicos internos da pandemia do coronavírus nem das operações militares na Ucrânia, mas para mitigar os danos o Brasil conta com uma Administração pública capaz de, no limite, redefinir as metas de governo.

A expectativa oficial de inflação prevê um faixa de 3% em torno do centro da meta. Assim, nos referidos três anos, a tolerância governamental à subida de preços foi de 17%, sendo 12% a média esperada.

Assim, o preços do litro da gasolina deveria estar entre R$ 4,70 e R$ 5,12, mais ou menos o dobro da promessa de campanha; o diesel, se igualmente o governo fosse capaz de cumprir suas próprias metas, custaria entre R$ 3,81 e R$ 4,16 o litro, enquanto que o etanol estaria entre R$ 2,98 e 3,25.

Não é o que aconteceu. A recente baixa dos combustíveis fósseis foi creditada à redução , pelo governo federal, de impostos que não lhe dizem respeito, sacrificando a educação e a saúde pública bancada por Estados, DF e Municípios.

Sobre o poder de compra do combalido salário mínimo, basta ir ao posto para saber que a situação em 2022 não melhorou para o cidadão exercer o seu direito a ir e vir.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, conselheiro da Casa do Povo, EngD, CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Um comentário em “O preço dos combustíveis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: