Ho Chi Minh: o libertador vietnamita

Todos os que conhecem o “garoto, que como eu, amava os Beatles e os Roling Stones”, sabem da heroica e profícua jornada do povo vietnamita, sob a liderança de Ho Chi Minh, pela sua independência da França e reunificação ante a invasão dos EUA do seu modesto território.
O essencial da história e do pensamento d’Aquele que Ilumina é trazido hoje, a partir do livro organizado por Pedro de Oliveira: de George Washington à Karl Marx, de Confúcio à Cristo, de Sun-yat Set à Lenin, Ho Chi Minh soube dar vazão à busca dos vietnamitas pelo inalienável direito à vida, liberdade e felicidade.
Não houve desfolhante laranja que os pudesse derrotar, antes que Saigon, em 1976, novamente se tornasse a capital de todo o Vietnam, por feliz acaso o ano do bicentenário da independência dos EUA, realização que muito o inspirou.

Blog do Renato

Por Emiliano José, na revista Teoria e Debate:

Ho Chi Minh ocupou os sonhos de nossa juventude. A saga da luta de libertação do Vietnã, envolvendo a vitória por sobre forças consideradas imbatíveis, embalava nossas esperanças nas batalhas da América Latina, lado a lado com Sierra Maestra, Che e Fidel. Se as forças revolucionárias lideradas por Ho Chi Minh eram capazes de derrotar os japoneses, os franceses e seguir na luta contra os imperialistas norte-americanos, por que nós não poderíamos também fazer nossas revoluções e mudar tudo aqui pelo Sul do mundo? Morreu antes de assistir a vitória final contra os EUA, em 1975, quando Saigon caiu. Mas, foram suas ideias, sua notável liderança, seu inegável carisma, sua disposição revolucionária, sua inesgotável determinação os elementos fundamentais da vitória sobre as potências determinadas a dominar o Vietnã.

O livro organizado por Pedro de Oliveira se debruça sobre esse gigante. Não no…

Ver o post original 1.268 mais palavras

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, conselheiro da Casa do Povo, EngD, CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: